Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Ano Nacional Mariano

Ano Nacional Mariano
Ano Nacional Mariano

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Caminho Neocatecumenal anunciando Jesus nas casas

Outubro traz em si um significado muito sério e importante na vida da Igreja. Sério também é o chamado que a Igreja faz para que através da boca de pessoas simples a exemplo das primeiras testemunhas do ressuscitado anunciem com a vida o amor de Deus. A comunidade 3 do caminho neocatecumenal de nossa paróquia, vive esse tempo de graça por um período de aproximadamente quatro anos. Diante do mal generalizado que avança pelo mundo devido a descrença de muitos, anunciamos que Jesus é o único meio eficaz pode trazer ao homem uma nova perspectiva de vida a partir da escuta e vivencia da palavra de Deus. A essência da Igreja de Cristo é ser missionária. Desde os primeiros cristãos e discípulos de Jesus, a Igreja tem exercido a missão. Jesus nos deixou este mandato: “Ide ao mundo inteiro e anunciai a Boa Nova”. Para onde ir? O que falar? Estas são as primeiras perguntas que nos fazemos quando sentimos o chamado. Todo cristão pelo batismo torna-se, em potencial, um missionário, isto é, recebe a missão de viver com Jesus e a testemunhar este discipulado.
Para onde ir?
Existem dois tipos de testemunho missionário:
1. sair de sua realidade pastoral e ir para outras realidades. Muitos são chamados para ir além, deixando os seus familiares, amigos e comunidade para falar da Boa Nova de Jesus. Estes são enviados para outros estados e países. Temos muitos leigos, religiosas e padres que partem em missão. Podemos recordar quantos vieram para o nosso pais e quantos saem para outros países.
2. Evangelizadores da própria realidade paroquial. Não podemos esquecer que onde nossa realidade paroquial, é terra de missão. Muitos ouviram falar de Jesus e até acreditam, mas ainda estão descompromissados com Ele e com o Reino de Deus. Existem em nossa paróquia muitas famílias que não colocam em prática a sua fé. Devemos ir até eles para falar de Jesus. Precisamos ser evangelhos vivos para que o Reino de Deus cresça entre nós.
O que falar?
Ninguém pode dar a outro o que não tem. Ninguém pode falar do que não conhece e vive. Devemos falar com a nossa vida. Não adianta decorar textos bíblicos e sair de porta em porta tentando convencer as pessoas. Isto é importante, porém, precisamos falar coma vida. O cristão precisa viver a sua fé num compromisso profundo com Jesus e com os irmãos. Existem duas formas de falar com a vida:
1. Testemunho pessoal: devemos, pelo batismo, ser sal da terra e luz para o mundo. O batismo nos abre as portas da Igreja para conhecermos melhor a Jesus, mas, nos compromete com a transformação da sociedade. Assim é preciso viver com autenticidade a nossa fé em todos os setores onde nos fizermos presentes. A fé que professamos se torna gestos concretos em nosso dia a dia.
2. Testemunho comunitário: não podemos pensar um cristão que não tenha vida de Igreja. A fé é comunitária e a comunidade é o local de expressão e partilha desta fé.
por: Márcio Neves
Enquanto comunidade, somos chamados a semear, no mundo, os sinais do Reino de Deus. Quando nos reunimos em comunidade nos tornamos Igreja, isto é, corpo de Cristo. O anuncio iniciou-se na região da matriz abrangendo o bairro do Retiro. Depois segue para outras regiões da paróquia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário