Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Outubro - Mês Missionário

Outubro - Mês Missionário
Outubro - Mês Missionário

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Caminho neocatecumenal: "O desafio do anúncio nas ruas"

Evangelizador deve "agarrar-se completamente a Cristo", diz Papa
Para as comunidades do caminho em especial de nossa paróquia que estão nesta fase do itinerário, trata-se de um desafio constante que não busca em suas próprias forças ou conhecimento para que o testemunho seja anunciado a partir daquilo que Deus realiza na vida de cada enviado. Sem esta condição, tudo cairia no vazio. É antes, um mergulho com base em fatos concretos de conversão e do reconhecer-se pecador.
O Bispo de Roma ressaltou aos participantes da XVI Assembleia Ordinária do Conselho Superior das Pontifícias Obras Missionárias (POM)  que cada cristão deveria tomar para si a urgência de trabalhar para a edificação do Reino de Deus, pois é para isso que tende tudo na Igreja. É daí que surge a necessidade de disseminar em todas as áreas da vida eclesial a dimensão missionária: "A Igreja é missão",sublinhou.Somente lançando raízes profundas em Cristo pode-se resistir à tentação de "reduzir a evangelização a um projeto somente humano, social, escondendo ou silenciando a dimensão
 transcendente da salvação oferecida por Deus em Cristo. É uma Palavra que deve ser testemunhada e proclamada explicitamente, porque sem um testemunho coerente a Palavra torna-se menos compreensível e credível", alertou. Ainda quando se sente-se incapaz, é preciso conservar a certeza no poder de Deus, "que coloca o seu tesouro 'em vasos de barro' exatamente para que apareça que é Ele a agir por meio de nós", evidenciou. "O ministério da evangelização é fascinante e exigente: requer amor para o anúncio e o testemunho, um amor tão total que pode ser assinalado também pelo martírio. A Igreja não pode fazer menos da sua missão de levar a luz de Cristo, de proclamar o alegre anúncio do Evangelho, também se isso comporta perseguição. É parte da sua própria vida, como o foi para Jesus. Os cristãos não devem ter temor, ainda que sejam atualmente o grupo religioso que sofre o maior número de perseguições por motivo da própria fé". "A condição fundamental para o anúncio evangelizador é "agarrar-se completamente a Cristo" (Bento XVI)
por Márcio Neves

Nenhum comentário:

Postar um comentário