Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Paróquia promove festa da unidade em louvor ao Padroeiro

A FESTA DO TRABALHADOR
A Igreja, providencialmente, nesta data civil marcada, muitas vezes, por conflitos e revoltas sociais, cristianizou esta festa, isso na presença de mais de 200 mil pessoas na Praça de São Pedro, as quais gritavam alegremente: "Viva Cristo Trabalhador, vivam os trabalhadores, viva o Papa!" O Papa, em 1955, deu aos trabalhadores um protetor e modelo: São José, o operário de Nazaré. O santíssimo São José, protetor da Igreja Universal, assumiu este compromisso de não deixar que nenhum trabalhador de fé do campo, indústria, autônomo ou não, mulher ou homem , esqueça-se de que ao seu lado estão Jesus e Maria. A Igreja, nesta festa do trabalho, autorizada pelo Papa Pio XII deu um lindo parecer sobre todo esforço humano que gera, dá a luz e faz crescer obras produzidas pelo homem: "Queremos reafirmar, em forma solene, a dignidade do trabalho a fim de que inspire na vida social as leis da eqüitativa repartição de direitos e deveres."
São José, que na Bíblia é reconhecido como um homem justo, é quem revela com sua vida que o Deus que trabalha sem cessar na santificação de suas obras, é o mais desejoso de trabalhos santificados: "Seja qual for o vosso trabalho, fazei-o de boa vontade, como para o Senhor, e não para os homens, cientes de que recebereis do Senhor a herança como recompensa... O Senhor é Cristo" (Col 3,23-24).
Nesse intuito a Paróquia São José Operário, movido por um profundo desejo de unidade da paróquia promove e realiza a 14ª Festa de São José Operário. A exemplo de São José, toda programação é marcada pela simplicidade que trás a participação das quatro comunidades que compõe a Paróquia: Comunidades São José, São Gabriel,Santa Cruz e Cristo Rei que neste ano formaram a Comissão Organizadora da festa. O tríduo em preparação para a festa deu-se início no dia 28/04 com celebração presidida pelo pároco Pe. João Batista. Segundo dia 29/04 presidiu o Pe. Geraldo Bicudo (Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora). Dia 29/04 é a vez do Pe. João Marrom (Paróquia N. S. Mãe dos Homens-Louveira). No dia 1º de maio, dia do padroeiro, a missa solene será presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, às 18h30.
Durante todos os dias do tríduo foi programado pelas comunidades, barracas de comidas (frango, polenta, pastel, espetinho e batata frita), doces e bebidas.  No dia 13 de maio, dia das mães, haverá o almoço mineiro. Além dos ojetivos citados, toda renda da festa e do almoço será revertida para a construção do Centro Catequético da Comunidade São Gabriel.
Informações sobre os convites do almoço na secretaria da paróquia pelo telefone: (11) 4582-5091.
São José Operário, rogai por nós!
Por Márcio Neves-Setor Comunicação (Paróquia São José Operário)

Espiritualidade

"Eis o mistério da nossa fé"
Palavra de Deus: Atos dos Apóstolos 10,34ª.37-43; Colossenses 3,1-4; João 20,1-9.
“Ele viu e acreditou” (Jo 20,8). As coisas que você vê à sua volta fazem você acreditar na ressurreição? Quando você vê inúmeras pessoas doentes, a escalada sempre maior da violência, a maldade das pessoas, o alastramento das drogas em todos os setores da sociedade, a continuidade da corrupção e da impunidade no Brasil, a desorientação de tantos adolescentes e jovens, o desmantelamento das famílias, a degradação do meio ambiente, o descaso com a vida etc, você ainda consegue acreditar na vitória da vida sobre a morte?
“Ele viu e acreditou” (Jo 20,8).
Mas, com certeza você também vê doentes que não se entregam à própria dor; pessoas que, à semelhança de Jesus, escolhem passar pelo mundo fazendo o bem, não se importando se são reconhecidas ou não; pessoas que a cada dia se levantam e dizem: “Por hoje não” – por hoje eu não vou beber, não vou usar drogas; empresários, políticos, pais e mães de família que trabalham honestamente; jovens que estudam e trabalham, construindo seu próprio futuro; famílias que decidem construir suas casas diariamente sobre a rocha do evangelho e não sobre a areia do mundo; pessoas que dedicam parte de seu tempo livre para defender o meio ambiente; pessoas, enfim, que acreditam na força e no valor da vida.
“Ele viu e acreditou” (Jo 20,8). Olhe para a sua própria vida. Que sinais estão presentes nela e sustentam a sua fé na vitória de Cristo sobre a morte? Talvez, como Maria Madalena, Pedro e o outro discípulo, você ainda esteja diante de sinais que misturam morte e vida: túmulo vazio, faixas de linho no chão e um pano enrolado à parte, sinais que você interpreta erroneamente, como Maria Madalena: “Tiraram o Senhor do túmulo e não sabemos onde o colocaram” (Jo 20,2). Talvez alguma coisa muito preciosa tenha sido tirada de você, e por isso você não consegue crer na ressurreição, crer que a vida é mais forte do que a morte.

A IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO ATIVA DOS LEIGOS NA SOCIEDADE

50°Assembléa Geral da CNBB em Aparecida
Os bispos participantes da 50° Assembléia Geral da CNBB discutiram o tema do Estado Laico, ressaltando a importância da participação ativa dos leigos na sociedade. A CNBB informou que após acompanhar uma palestra sobre o Estado Laico, dirigida pelo professor Fábio Comparato, doutorem Direito Internacional, os bispos participantes da 50ª Assembleia Geral discutiram o tema, ressaltando a importância da participação ativa dos leigos na sociedade. Entre as intervenções dos bispos, dom Angélico Sandalo Bernadino, para que os cristãos leigos façam esta participação, é preciso formar a consciência do compromisso, especialmente pela promoção dos Direitos Humanos. “A preocupação com o capitalismo é legítima. Mas o fundamental é cuidar do cristianismo. O culto cristão não pode estar dissociado da libertação plena do ser humano”, continuou a notícia da CNBB. O arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer lembrou que muitas atitudes ou posições assumidas na sociedade são confundidas como posturas da Igreja. “Há uma dificuldade muito grande de aceitar a presença pública da Igreja e dos cristãos enquanto cidadãos”. Ele recordou que a Igreja não tem problemas de conviver com o Estado Laico. “É muito importante a fortalecer o nosso laicato a terem uma presença cristã na sociedade, não como Igreja, mas como cidadãos”, concluiu dom Odilo.
Fonte:http://www.zenit.org/

domingo, 29 de abril de 2012

Palavra do Pastor - Dom Vicente Costa

Agentes paroquiais participam do Encontro de Comunicação


Agentes paroquiais da Pastoral da Comunicação participam durante todo o dia de hoje, sábado, 28 de abril, do Encontro Diocesano de Comunicação, na Cúria Diocesana. Cerca de 50 pessoas, representantes de várias paróquias da diocese estã presentes.Nessa manhã, após apresentação do 1º tema: “Silêncio e palavra: caminho de evangelização” - mensagem do Papa para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, pelo seminarista Enéas de Camargo Bete, os participantes se dividiram em quatro grupos para uma reflexão.O Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa,visitou o encontro e levou uma palavra aos participantes.
Na parte da tarde, o tema será “A Internet como instrumento de evangelização”, com apresentação de Fábio Henrique Campos.
O Encontro diocesano de Comunicação é uma iniciativa da Pascom Diocesana, que tem por coordenador o padre Jorge Dema

Dom Vicente Costa no encontro diocesano de comunicação ( pascom )


Encenação da Via Sacra 2012 - fotos - Paróquia São José Operário - Jundiaí-SP

sexta-feira, 27 de abril de 2012

IV Domingo da Páscoa-Domingo do Bom Pastor

Eu sou o Bom Pastor! Em nenhum outro há salvação!
 A Liturgia continua evidenciando as conseqüências da Ressurreição de Jesus na vida pessoal e na vida da comunidade. No tempo dos Apóstolos, a evangelização anunciadora da Ressurreição mexeu com os fundamentos existenciais e atiçou medo em poderosos. A mesma consequência deverá ser sentida em nossos dias, incentivando homens e mulheres a ouvir a voz do Bom Pastor e não de mercenários.
Leituras:
At 4,8-12 = Em nenhum outro há salvação
Sl 117 = A pedra que os pedreiros rejeitaram
1Jo3,1-2 =Veremos a Deus tal como ele é
Jo 10,11-18 = O bom pastor dá a vida por suas ovelhas


quinta-feira, 26 de abril de 2012

Paróquia celebra padroeiro São José Operário

A Paróquia São José Operário, no bairro do Retiro, em Jundiaí, celebra seu padroeiro a partir desse sábado, dia 28, com tríduo preparatório. As celebrações acontecem às 18h30, nos dias 28 e 29 de abril e no dia 30 será às 19h30.

No dia 1º de maio, dia do padroeiro, a missa solene será presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, às 18h30.
Durante todos os dias de festejo haverá barracas de comidas (frango, polenta, pastel, espetinho e batata frita), doces e bebidas. E no dia 13 de maio, dia das mães, haverá o almoço mineiro.
Toda renda da festa e do almoço será revertida para a construção do centro catequético da Comunidade São Gabriel.
Informações sobre os convites do almoço na secretaria da paróquia pelo telefone: (11) 4582-5091.
Venha e traga sua família!

Juventude diocesana celebra o Dia do Bom Pastor

A Diocese de Jundiaí, através do Setor Juventude, celebra no próximo domingo, 29 de abril, o Dia do Bom Pastor com um grande encontro, das 9h às 17h, na Paróquia Nossa Senhora do Montenegro.

Às 10h, o Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, preside missa que contará com o rito de admissão às Ordens Sacras dos seminaristas diocesanos e candidatos ao diaconado permanente. Em seguida, estão previstas várias atrações como catequeses, teatro e testemunhos.
São esperados jovens que participam de paróquias, grupos juvenis, movimentos e pastorais. O encontro tem por objetivo propor a reflexão sobre as vocações em geral e mostrar a cada um a importância de serem comprometidos com a vida. A Paróquia Nossa Senhora do Montenegro está localizada na Rua Pedro Pessini, s/n, Jardim do Lago, em Jundiaí.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Caminho Neocatecumenal anúncia catequeses para formação de novas comunidades.

O caminho da Paróquia São José Operário anuncia para o mês de maio, o início das catequeses para formação de novas comunidades. É um momento muito esperado para os fiéis que desejam conhecer e ingressar nesta experiência de fé.
O Caminho Neocatecumenal confirma-se nos novos Estatutos como um modelo de catecumenato pós-batismal vivido sob a direção dos Bispos diocesanos. João Paulo II, com palavras transcritas no art. 1° dos Estatutos, o definiu como um "itinerário de formação católica": um programa de formação para a vida cristã, de base eminentemente catequética e litúrgica, desenvolvido em pequenas comunidades e conduzido segundo ritmos e métodos específicos.
O convite estende-se a famílias, casais e jovens a partir de 13 anos. As catequeses terão seu início no dia 22 de maio de 2012 a partir as 20:00. Os encontros serão as terças e quinta-feiras por um período de aproximadamente dois meses. Não percam, participem!!!

Márcio Neves-Setor Comunicação (Paróquia São José Operário)

domingo, 22 de abril de 2012

Entrega da Bíblia

Em celebração presidida pelo Diácono Dirceu Orlato neste domingo,22/04 as crianças do primeiro ano da catequese da comunidade Cristo Rei receberam solenemente a Palavra de Deus.
O termo “catequese” significa dar uma instrução a respeito da fé. Em sua origem o termo se liga a um verbo que significa ”fazer ecoar” (Kat-ekhéo). A Catequese, de fato, tem por objetivo último fazer escutar e repercutir a palavra de Deus.
Nunca é de demais ressaltar o trabalho das catequistas. Sabemos tudo o que envolve essa missão: amor, doação,disponibilidade... . Continue firmes contando com a oração da comunidade.

Avisos da semana

Nesta terça feira dia 24 as 20:00 na comunidade São José Operário, será feito a Missa de Envio para as pessoas que irão trabalhar na festa.


Começa no próximo final de semana o tríduo em homenagem a São José Operário, acontecerão nos dias 28 e 29 as 18:30, no dia 30 as 19:30 e no dia 01 de Maio as 18:00. Todos os dias após as celebrações haverá a parte festiva com barracas de frango, pastel, polenta, fritas, doces e bebidas. PARTICIPEM!!!!
!
 O Sr. Carlo Ferraroni, membro de nossa comunidade, irá passar por uma cirurgia e necessita de doação de sangue. Quem puder doar, por favor, se dirigir a Colsan, localizada na Rua XV de Novembro, 1848.

sábado, 21 de abril de 2012

CONVITE

PRESTIGIEM A FESTA DE SÃO JOSÉ OPERÁRIO 
INÍCIO SABADO 28 DE ABRIL A RENDA SERÁ EM
BENEFÍCIO DA CONSTRUÇÃO DO CENTRO CATEQUÉTICO 
DA COMUNIDADE SÃO GABRIEL ARCANJO
                                                                                                                                   PARTICIPEM

Palavra do Pastor - Dom Vicente Costa



Ministérios Musicaís

 Com muitos anos de participação nos eventos e celebrações em nossa paróquia venho acompanhando o crescimento de nossos ministérios musicaís. Os coordenadores "Sidnei e Domingos"estão de parabéns pela competência e maneira que conduzem esses ministérios.
 Temos vários vocalistas muito bons mas um vem crescendo em ritimo veloz nosso grande e amigo seguidor de nosso blog "Rogério".
 Desde a sua adolecência na banda de "Vapor Barato" Roger se destacava com muita garra e depois no ministério Catadão de Cristo aonde estive com eles no programa "Canto e Encanto" da secretário de Esporte e Cultura de Jundiaí no Parque da Uva no ano de 2006.
Roger vem crescendo em junto com ele o ministério Catadão de Cristo.
Apresentação do Catadão na missa das vigília foi digna de destaque que bom telos
entre nós e que Deus nosso Pai continue os abençoando nesta caminhada, para
que voçes sejam sempre vitoriosos.
Recebam os abraços de nossas comunidades, pastoraís e movimentos de nossa paróquia.
Especialmente pela equipe do blog.

Ladainha de todos os Santos - Catadão de Cristo - Paróquia São José Operário - Jundiaí-SP

Dom Vicente está na 50 Assembléia Geral da CNBB em Aparecida

O Bispo Diocesano de Jundiaí, Dom Vicente Costa, participa a partir de hoje, dia 18, até 26 de abril da 50ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, em Aparecida (SP). O encontro reúne mais de 300 bispos de todo o país, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida para refletir sobre assuntos relacionados à Igreja no Brasil. O tema central do encontro é "A Palavra de Deus na vida e missão da Igreja". Além desse tema, a exposição das Comissões para a Amazônia e da Ação Missionária, a preparação para 5ª Semana Social Brasileira e apresentação de relatórios internos e análise dos bispos nos grupos dos Regionais da CNBB, também estão na pauta das discussões. Outros assuntos que serão analisados pelos bispos são o Fundo da Solidariedade, eleições para delegados do Sínodo dos Bispos, 20 anos do Catecismo da Igreja Católica. Sessões especiais A Assembleia terá dois momentos de solenidade. O primeiro acontece às 18h, dessa quinta-feira, ocasião em que será feita uma homenagem ao jubileu de 50 assembleias gerais realizadas pelo episcopado brasileiro. Um marco que realça a importância que cada um desses encontros teve para o fortalecimento da colegialidade episcopal e da animação da ação evangelizadora da Igreja no Brasil. O segundo será realizado na última sessão da próxima segunda-feira, 23, também às 18h, e será dedicada ao jubileu de 50 anos do início dos trabalhos do Concílio Vaticano II. Está previsto para o penúltimo dia, a apresentação de um relatório preparado pela comissão convocada pela Conferência e a Arquidiocese do Rio de Janeiro do caminho percorrido nos preparativos para o evento. No Brasil hoje há 458 bispos, sendo que 298 deles são bispos na ativa, 160 eméritos. Temos ainda 10 cardeais (8 eméritos); 75 arcebispos (31 eméritos) e 373 bispos (121 eméritos).

sábado, 14 de abril de 2012

Palavra do Pastor - Dom Vicente Costa

Aniversário de falecimento

Na próxima segunda-feira 16 de Abril, completa 16 anos de falecimento
do MONSENHOR JOSÉ DAS NEVES VAILATI, nosso inesquecível
PAI ZÉ. que por 18 anos conviveu com nós sendo nosso primeiro pároco.
Com o apoio de PAI ZÉ foi fundado em nossa paróquia os movimentos
apostolado da oração, vicentino,
 encontro de casais e pastoral da juventude.
 ETERNAS SAUDADES.


Qui, 21 de Agosto de 2008 09:54 por: cnbb .

Nota da CNBB sobre Aborto de Feto “Anencefálico” Referente à Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental n. 54 do Supremo Tribunal Federal
O Conselho Episcopal Pastoral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, em reunião ordinária, vem manifestar-se sobre a Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF n° 54/2004), em andamento no Supremo Tribunal Federal, que tem por objetivo legalizar o aborto de fetos com meroanencefalia (meros = parte), comumente denominados “anencefálicos”, que não têm em maior ou menor grau, as partes superiores do encéfalo e que erroneamente, têm sido interpretados como não possuindo todo o encéfalo, situação que seria totalmente incompatível com a vida, até mesmo pela incapacidade de respirar. Tais circunstâncias, todavia, não diminuem a dignidade da vida humana em gestação.
Recordamos que no dia 1° de agosto de 2008, no interior do Estado de São Paulo, faleceu, com um ano e oito meses, a menina Marcela de Jesus Galante Ferreira, diagnosticada com anencefalia. Quando Marcela ainda estava viva, sua pediatra afirmou: “a menina é muito ativa, distingue a sua mãe e chora quando não está em seus braços.” Marcela é um exemplo claro de que uma criança, mesmo com tão malformação, é um ser humano, e como tal, merecedor de atenção e respeito. Embora a Anencefalia esteja no rol das doenças congênitas letais, cursando com baixo tempo de vida, os fetos portadores destas afecções devem ter seus direitos respeitados.
Entendemos que os princípios da “inviolabilidade do direito à vida”, da “dignidade da pessoa humana” e da promoção do bem de todos, sem qualquer forma de discriminação, (cf. art. 5°, caput; 1°, III e 3°, IV, da Constituição Federal) referem-se também aos fetos anencefálicos. Quando a vida não é respeitada todos os outros direitos são menosprezados. Uma “sociedade livre, justa e solidária” (art. 3°, I, da Constituição Federal) não se constrói com violências contra doentes e indefesos. As pretensões de desqualificação da pessoa humana ferem sua dignidade intrínseca e inviolável.
A vida deve ser acolhida como dom e compromisso, mesmo que seu percurso natural seja, presumivelmente, breve. Há uma enorme diferença ética, moral e espiritual entre a morte natural e a morte provocada. Aplica-se aqui, o mandamento: “Não matarás” (Ex 20,13).
Todos têm direito à vida. Nenhuma legislação jamais poderá tornar lícito um ato que é intrinsecamente ilícito. Portanto, diante da ética que proíbe a eliminação de um ser humano inocente, não se pode aceitar exceções. Os fetos anencefálicos não são descartáveis.  O aborto de feto com anencefalia é uma pena de morte decretada contra um ser humano frágil e indefeso.
A Igreja, seguindo a lei natural e fiel aos ensinamentos de Jesus Cristo, que veio “para que todos tenham vida e vida em abundância” (Jo 10,10), insistentemente, pede,  que a vida seja respeitada e que se promovam políticas públicas voltadas para a eficaz prevenção dos males relativos à anencefalia e se dê o devido apoio às famílias que convivem com esta realidade.
Com toda convicção reafirmamos que a vida humana é sagrada e possui dignidade inviolável. Fazendo, ainda, ecoar a Palavra de Deus que serviu de lema para a Campanha da Fraternidade, deste ano, repetimos: “Escolhe, pois, a vida” (Dt 30,19).

sábado, 7 de abril de 2012

Palavra do Pastor - Dom Vicente Costa

Solenidades da Semana Santa

A Pastoral da Juventude de nossa diocese promovem na semana santa a encenação da Via Sacra.
Durante muitos anos participamos com os jovens da Paróquia São José Operário.
Este ano mudamos para Paróquia São João Bosco e fomos bem recebidos pelos coordenadores
do evento. Com mais de 30 atores da JAUAC com o apoio do Padre Leandro Megeto e com muito
talento e dedicação realizaram o evento.
Agradecemos a acolhida dos jovens e de todos os organizadores.
e DESEJAMOS A TODOS UMA ÓTIMA PÁSCOA

Encenação da Via Sacra 2012 - ( JAUAC ) Paróquia São João Bosco - Jundiaí-SP


sexta-feira, 6 de abril de 2012

Padre Adilson é o novo pároco da Paróquia Beato Frederico Ozanam


Foi apresentado pelo Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, no dia 2 abril, como novo pároco da Paróquia Beato Frederico Ozanam, em uma reunião com os líderes de pastorais, o padre Adilson Amadi. A apresentação contou com a presença do padre Paulo André Céo Rosa, que pediu licença do ministério presbiteral por um ano. “Temos conversado muito desde o ano passado e tudo isso foi muito bem pensado, refletido”, disse o Bispo, que também lembrou que ao final deste período, padre Paulo poderá voltar às suas funções de sacerdote.
Padre Paulo escutou, emocionado, e mais uma vez explicou à comunidade suas razões do afastamento. “Não é fácil partir. Que eu consiga realmente me fazer memória e meu retorno seja o quanto antes. Que o Senhor seja meu guia. Minha decisão foi humana, mas tem um toque inefável de Deus. Foi uma decisão dialogada com o Pai. Não foi um abandono, mas um reencontro comigo mesmo”, revelou.
Padre Adilson também falou com os líderes e reconheceu que também para ele foi uma surpresa essa mudança. Muito elogiado por padre Paulo pelo seu perfil empreendedor e pelo Bispo, padre Adilson afirmou que chega à nova paróquia animado e aberto a novos desafios: “Temos carismas diferentes, mas farei meu melhor”, garantiu.
A posse de padre Adilson está marcada para dia 15 de abril, às 19 horas.

Cerimônia do Lava-pés - 2012 - Paróquia São José Operário - Jundiaí-SP


quinta-feira, 5 de abril de 2012

Começa o Tríduo Pascal-QUINTA-FEIRA SANTA

 A celebração da 5ª feira Santa considera duas dimensões importantes da Eucaristia: aquela que celebramos de modo ritual e aquela que se realiza na vida, através do serviço fraterno. Jesus celebrou ritualmente a Eucaristia na Última Ceia, partilhando sua vida, que seria entregue na Cruz, tornando-a presente no pão e no vinho, e ensinou, pelo gesto do lava-pés, que a Eucaristia continua dando graças ao Pai através do serviço fraterno.

Domingo de Ramos na Comunidade Cristo Rei

A Semana Santa é o grande retiro espiritual das comunidades eclesiais, convidando os cristãos à conversão e renovação de vida.
Ela se inicia com o Domingo de Ramos e se estende até o Domingo da Páscoa. É a semana mais importante do ano litúrgico, quando se celebram de modo especial os mistérios da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. A comunidade Cristo Rei com a presidência do Diácono Dirceu começou muito bem a semana santa! A procissão teve seu início na  portaria do Condomínio, em seguida pelas ruas  até o salão comunitário, onde se deu sequencia a celebração.