Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Ano Nacional Mariano

Ano Nacional Mariano
Ano Nacional Mariano

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Bento XVI emite ‘Motu Proprio’ e cardeais podem antecipar início do Conclave


000_dv1410808_siteDocumento publicado nesta segunda-feira, 25 de fevereiro, pela Santa Sé e apresentado aos jornalistas pelo Arcebispo Luigi Celata, vice-carmerlengo da Igreja define que Cardeais podem antecipar o Conclave.
Bento XVI destacou no ‘Motu Proprio’; documento publicado por sua iniciativa pessoal; que o início do Conclave pode ser feito se os cardeais reunidos decidirem por antecipar a data de início da eleição do novo Pontífice.
“Deixo ao Colégio dos cardeais a faculdade de antecipar o início do Conclave se constar a presença de todos os cardeais eleitores, bem como a faculdade de prolongar, se houver motivos graves, o início da eleição por mais alguns dias”, escreve o Papa.
Atualmente o tempo de espera para iniciar o Conclave é de 15 a 20 dias após o fim do pontificado.
Pela Constituição Apostólica ‘Universi Dominici Gregis’ de João Paulo II, a Sé Apostólica fica vacante e os cardeais eleitores “devem esperar, durante 15 dias completos, pelos ausentes”.
Com o ‘Motu Proprio’ de Bento XVI fica estabelecido que o Conclave poderá ser antecipado desde que estejam presentes “todos os cardeais eleitores”.

Seja bem-vindo padre Lourenço Gauci


padre_Loureno_8_siteA Diocese de Jundiaí acolhe desde o dia 21 de fevereiro, o padre maltês, Lourenço Gauci.
O sacerdote foi recebido por Dom Vicente, de quem é amigo pessoal, e permanecerá na Diocese até o dia 11 de março, na Paróquia São Francisco de Assis, em Campo Limpo Paulista. Durante esse período, padre Lourenço auxiliará o pároco, padre Agnaldo Tavares Ribeiro. No mesmo dia 11, chega em Jundiaí, vindo de Malta, um grupo de missionários formado pelo monsenhor Salvador Micallef, diretor do Setor Missionário de Malta, um jovem e duas moças. O grupo ficará em Jundiaí até o dia 14 de março, depois visitará os missionários malteses que se encontram em São Paulo e no Paraná. O padre Lourenço é quem vai acompanhar este grupo que vem de Malta.
Padre Lourenço Gauci é amigo pessoal do Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, desde o tempo do Seminário Menor; eles entraram juntos no Seminário Maior de Malta.
Dom Vicente e padre Lourenço vieram juntos para o Brasil, em 13 de janeiro de 1969, e foram ordenados presbíteros, em 17 de dezembro de 1972, convivendo por mais de 20 anos de ministério presbiteral, na Arquidiocese de Maringá, no Paraná.
Padre Lourenço Gauci, seja bem-vindo e receba o abraço fraterno e as orações dos fiéis católicos da Diocese de Jundiaí.

Bento XVI no último Angelus: “Não abandono a Igreja"


angelus2402_st“Não abandono a Igreja, pelo contrário. Continuarei a servi-la com a mesma dedicação e o mesmo amor”. Palavras de Bento XVI, pronunciadas em seu último Angelus como Pontífice. Mais de 100 mil pessoas lotaram a Praça São Pedro para este evento histórico, no domingo, 24 de fevereiro. Faixas e cartazes em várias línguas demonstravam o carinho dos fiéis. Desde as primeiras horas da manhã, a praça aos poucos foi ficando tomada por religiosas, sacerdotes, turistas, mas principalmente por famílias com crianças e muitos jovens. Ao meio-dia, assim que a cortina da janela de seus aposentos se abriu, Bento XVI foi aclamado pela multidão.
 Comentando o Evangelho da Transfiguração do Senhor, o Papa citou o evangelista Lucas, que ressalta o fato de que Jesus se transfigurou enquanto rezava: a sua é uma experiência profunda de relacionamento com o Pai, durante uma espécie de retiro espiritual que Jesus vive sobre um alto monte na companhia de Pedro, Tiago e João.
Meditando sobre esta passagem do Evangelho, explicou o Pontífice, “podemos tirar um ensinamento muito importante. Antes de tudo, a primazia da oração, sem a qual todo o trabalho de apostolado e de caridade se reduz ao ativismo. Na Quaresma, aprendemos a dar o justo tempo à oração, pessoal e comunitária, que dá fôlego à nossa vida espiritual. Além disso, a oração não é um isolar-se do mundo e de suas contradições.”
 A existência cristã, disse o Papa, citando sua Mensagem para a Quaresma , consiste num contínuo subir o monte do encontro com Deus, para depois descer trazendo o amor e a força que dele derivam, a fim de servir os irmãos e irmãs com o mesmo amor de Deus. “Queridos irmãos e irmãs, esta Palavra de Deus eu a sinto de modo particular dirigida a mim, neste momento da minha vida. O Senhor me chama a 'subir o monte', para me dedicar ainda mais à oração e à meditação. Mas isto não significa abandonar a Igreja, pelo contrário. Se Deus me pede isso, é precisamente para que eu possa continuar a servi-la com a mesma dedicação e o mesmo amor com o qual eu fiz até agora, mas de um modo mais adequado à minha idade e às minhas forças.”
Na saudação em várias línguas, Bento XVI falou também em português: “Queridos peregrinos de língua portuguesa, que viestes rezar comigo o Angelus: obrigado pela vossa presença e todas as manifestações de afeto e solidariedade, em particular pelas orações com que me estais acompanhando nestes dias. Que o bom Deus vos cumule de todas as bênçãos”.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Palavra do Pastor - 17/02/2013 - Diocese de Jundiaí

Padre Federico Lombardi: “Conclave poderá ter início antes da metade de março”


O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, abriu a coletiva de sábado, 16 de fevereiro, transmitindo a saudação do Papa aos jornalistas. O porta-voz do Vaticano confirmou o encontro privado da tarde entre Bento XVI e o premier italiano Mario Monte. Padre Lombardi não descartou a possibilidade de o Conclave ter início antes da metade de março, se todos os cardeais tiverem chegado ao Vaticano.
A partir do dia 28 de fevereiro, o Papa habitará na residência pontifícia de Castel Gandolfo, onde provavelmente permanecerá por dois meses, o tempo necessário para a restauração do mosteiro de clausura, no Vaticano, para onde se transferirá. Trata-se de uma decisão de estar perto da Basílica de São Pedro, por motivos de caráter "logístico organizativo, de comunhão, de apoio de continuidade espiritual com o seu sucessor".
Com relação aos exercícios espirituais, que se iniciam no domingo, dia 17, às 18h locais, explicou que o Santo Padre não terá atividades públicas e que Dom Georg Gaenswein (seu secretário particular) terá com ele, como de costume, um breve encontro para tratar das "incumbências mais urgentes". No sábado, dia 23, pela manhã, se terá a conclusão da semana de retiro e oração. Três meditações diárias do pregador dos exercícios espirituais da Quaresma deste ano, Cardeal Gianfranco Ravasi, serão difundidas pela Rádio Vaticano; cada noite uma das meditações será transmitida; todas elas serão resumidas na newsletter da Rádio Vaticano.
Sucessivamente serão publicadas em versão integral. Foi confirmado que ao término dos exercícios espirituais terá lugar o encontro, ainda a ser estabelecido se público ou privado, com o Presidente da Itália, Giorgio Napolitano.
Referindo-se aos próximos dias 27 e 28, padre Lombardi acrescentou:
"Já se tem a confirmação de 35 mil pessoas para a audiência geral do dia 27 e, naturalmente, a cifra aumentará. Os fiéis e as autoridades poderão saudar o Santo Padre nesta última ocasião de presença pública do Pontífice. Já no dia 28, por sua vez, como dissemos, haverá o encontro com o Colégio cardinalício e a partida na parte da tarde para Castel Gandolfo."
 Padre Lombardi disse ainda que na tarde do dia 28 de fevereiro, em Castel Gandolfo, onde o Papa chegará de helicóptero, haverá um momento de saudação aos habitantes da cidadezinha do Lácio. Em seguida, falou sobre notícias difundidas nestes dias na imprensa, relacionadas aos colóquios entre Bento XVI e Peter Seewald, o biógrafo que realizou com o Papa o livro-entrevista "Luz do mundo". O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé afirmou tratar-se de informações não particularmente novas, relacionadas a dois colóquios, o último deles entre novembro e dezembro passados, mantidos com Bento XVI em vista de uma biografia.
Voltando ao Conclave, reiterou que o mesmo poderia ter início, se todos os cardeais já tiverem chegado ao Vaticano, antes do anunciado (entre 15 e 20 de março), prazo este sucessivo ao início da sé vacante, estabelecido no caso de morte de um Pontífice: "Na Constituição se diz entre 15 e 20 dias, porém o prazo 'é de espera', ou seja, para dar àqueles que precisassem o tempo necessário para chegar ao Vaticano. Na eventualidade de os cardeais estarem todos aqui, se poderia interpretar a Constituição de modo diferente.

Quarta - Feira de Cinzas

Deu inicio nesta quarta-feira de cinzas o período de quaresma na igreja católica o tempo da quaresma decorre desda da quarta-feira de cinza ate missa vespertina da quinta -feira santa, inclusive com que se inaugura o tríduo pascal. A expressão quaresma é originada do Latin " quadragésimo dia antes da pascoa, tempo de oração, penitencia e conversão". A Paróquia São José Operário como de costume realizará a via sacra todas as sexta - feira apos a celebração adas 19:00 hrs no interior da matriz. 
Participem!

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Luciana Antunes na Paróquia São José Operário - Jundiaí / SP

Luciana Antunes nos deu uma verdadeira lição de vida com o seu testemunho no encerramento da Semana de Orações na Comunidade São Gabriel Arcanjo.



Palavra do Pastor - Dom Vicente Costa


Lançamento do Texto-Base da CF aborda políticas públicas voltadas à juventude


O Texto-Base da Campanha da Fraternidade 2013 foi lançado oficialmente no dia 6 de fevereiro, pela Diocese de Jundiaí, no auditório da Cúria Diocesana. O evento, organizado pela Coordenação Diocesana da CF e pelo Setor Juventude, reuniu autoridades, lideranças comunitárias, sacerdotes, conselheiros tutelares, membros de conselhos de direitos da criança e do adolescente, agentes de pastorais, além da comunidade em geral. O convidado Claudio Ramos, advogado e economista, proferiu uma palestra com ênfase nas políticas públicas conectadas com a juventude, à luz da CF 2013, cujo tema deste ano é “Fraternidade e Juventude”, com o lema “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8).
Nos 11 municípios que compõem a Diocese de Jundiaí, as comunidades paroquiais se organizam para a realização da Campanha da Fraternidade, com o objetivo de refletir sobre as necessidades atuais da juventude. Conforme o Texto-Base, a Campanha busca, no contexto do Ano da Fé, mobilizar a Igreja e os segmentos da sociedade, a fim de se solidarizarem com os jovens, favorecendo-lhes espaços, projetos e políticas públicas que possam auxiliá-los a organizar a própria vida, a partir de escolhas fundamentais.“Os jovens devem entender do sistema jurídico, buscando ferramentas para mobilizar outros jovens, integrando entidades sem fins lucrativos, atuando em projetos sociais, em associações, aproximando-se das entidades que integram o terceiro setor”, afirmou Cláudio Ramos, exemplificando a importância em sensibilizar os jovens para serem multiplicadores e transformadores na sociedade. Durante sua palestra, ele ressaltou que o objetivo central do evento era apresentar o tema ‘políticas públicas para a juventude’ de forma sistêmica, com base na CF 2013, colaborando e refletindo sobre as necessidades específicas dos jovens. Entre outras atribuições, Ramos integra a comissão de Direito do Terceiro Setor da Seccional da OAB-SP.A Coordenadora Diocesana da CF 2013, Dolaine Coimbra, lembrou que o lançamento do Texto-Base é um momento solene, por tratar-se de um subsídio que reúne todo material a ser trabalhado durante a campanha, com objetivos gerais e específicos. “Para nós, os jovens não são sujeitos, são interlocutores.” O padre Julio Cesar de Macedo Souza, assessor eclesiástico do Setor Juventude, lembrou que este é um ano muito oportuno. “A Igreja lança um olhar especial para a juventude, buscando contemplá-la neste Ano da Fé. Precisamos repensar e dar aos jovens seu devido lugar e respeito”, disse o padre.Entre o público jovem presente teve destaque o grupo pertencente à Paróquia Nova Jerusalém, que abriu o evento com uma apresentação musical. Entre os participantes também destacou-se o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Jundiaí (CMDCA), Aparecido Luciani. Entrevistado, ele comentou que muito se fala em buscar a participação dos jovens, mas antes disso é preciso “abrir espaço para que realmente eles possam tornar-se agentes multiplicadores.”

SEMANA DE ORAÇÕES


Aconteceu na Comunidade São Gabriel Arcanjoda Paróquia São José Operário Jundiaí, uma semanade orações com o tema "Esta é a vitória que venceo mundo, a nossa fé" . Tivemos a participação de vários pregadores entre elea a irmã Betania da tv século XXl , Leandro da R.C.C. diocesana e Luciana Antunes da missão Libertai de Campinas-SP .No encerramento tivemos a celebração da santa missa
presidida pelo Padre Júlio Cesár Macedo de Souza com
a participação de Luciana Antunes dando testemunho de sua vida em seguida a adoração do santíssimo sacramento um grande momento de fé. Os organizadores do evento agradece a participação de todos.

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Palavra do Pastor - Dom Vicente Costa


Jovens de Jundiaí realizam 1ª caminhada missionária


O Grupo de Jovens JASC (Jovens Amigos Seguidores de Cristo) da Paróquia Santo Antônio de Pádua do Bairro do Engordadouro, em Jundiaí, realizou no domingo, 27 de janeiro, a primeira procissão missionária pelas ruas do Jardim das Tulipas.A finalidade do evento foi atender ao pedido do Papa Bento XVI para que neste Ano da Fé, fiéis católicos de todas as partes do mundo transmitam sua fé.Os jovens da Paróquia Santo Antônio de Pádua se reuniram na Igreja da comunidade São Vicente e saíram pelas ruas próximas louvando o Senhor. À frente deles seguiu a Cruz de Cristo e a imagem do padroeiro, Beato João Paulo II. A caminhada seguiu até o Jardim Botânico do bairro onde aconteceu um encontro com o tema: “Evangelizar”.
No encerramento, eles fizeram uma oração de despedida dentro da administração do Parque.

Aniversário de casamento - Paróquia São José Operário - Jundiaí-SP

aconteceu no dia 27 de janeiro na acolhedora comunidade Santa Cruz da Paróquia São José Operário Jundiai em celebração presidida pelo querido Diácono Dirceu Orlato, a benção pela passagem de 34 ANOS de casamento do casal João Cani e Maura Cani. A capela estava comos jovens reunidos para uma catequese e aproveitando essa oportunidade o diácono convidou a todos a participarem da celebração ao lado do casal, momentos como esse nos dá muita satisfação em publicarem nossas comunidades , muitos casais e pessoas que dedicam grande parte do seu tempo a nossa paróquia, são pessoas maravilhosas e que pedimos à Deus a todos - PARABÉNS