Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Ano Nacional Mariano

Ano Nacional Mariano
Ano Nacional Mariano

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Viagem do Papa Francisco ao Brasil será emocionante

Jorge-Mario-Bergoglio-Papa-Francisco-780889_site
“O Papa Francisco recebe a herança de Bento XVI. A viagem já estava decidida, mas certamente o programa foi também adaptado, enriquecido por ulteriores eventos com a mudança de Pontificado. Para dar algum exemplo, a peregrinação a Aparecida, ou mesmo a visita à favela, ao hospital, o encontro com o Comitê do Celam. Esses são elementos que não estavam no calendário no primeiro projeto de viagem, elaborado segundo as possibilidades do Papa Bento XVI.”
Segunda-feira, 22 de julho, durante o voo para o Rio de Janeiro está previsto o habitual encontro com os jornalistas: “O encontro se terá, porém o Papa me disse que gostaria de fazê-lo de modo diferente. Não teremos o clássico esquema perguntas-respostas. Disse-me que tem a intenção de cumprimentar todos eles. Certamente será um belo encontro, amplo, cordial, porém não com a fórmula da entrevista com perguntas e respostas.”O Papa chegará ao Rio de Janeiro na próxima segunda-feira, 22 de julho. Para os deslocamentos do
Papa pela cidade será utilizado carro fechado para os trechos mais longos, e carro aberto para os trechos mais breves. Não estão previstos compromissos para a terça-feira, dia 23. Na quarta-feira começará um denso programa de encontros e celebrações:“E será dedicado principalmente a essa peregrinação a Aparecida, fortemente querida pelo Santo Padre que irá à capela do Santuário, onde é conservada a imagem de Nossa Senhora. Depois, se transferirá para a nave da Basílica para a celebração da missa. Ao término, se deslocará para o Seminário “Bom Jesus”. Voltará ao Rio de Janeiro e irá diretamente a um hospital da venerável Ordem Terciária Franciscana, concluindo assim o dia de quarta-feira. ”Na quinta-feira, prosseguiu  padre Lombardi,  o Papa irá ao “Palácio da Cidade”, ou seja, à Prefeitura do Rio de Janeiro, onde abençoará as bandeiras olímpicas. Depois disso, o Papa irá à Comunidade de Varginha, uma favela. Durante o itinerário está previsto que entre numa das casas, onde terá um breve encontro com a família residente. Depois continuará seu itinerário até o campo de futebol e ali terá um encontro com a comunidade. Na parte da tarde se realizará a festa de acolhimento dos jovens em Copacabana, portanto, o primeiro grande encontro do Papa com os jovens da Jornada Mundial da Juventude. Na sexta-feira, o dia começará com as confissões numa localidade que se chama Quinta da Boa Vista e está previsto que atenda a confissão de cinco jovens. Após as confissões, o Papa se deslocará para o Arcebispado. O Papa e o Arcebispo irão à capela, cumprimentarão as irmãs e as pessoas da residência e depois irão à sacada central da residência arquiepiscopal para a recitação do Ângelus. Depois, o
Papa entrará novamente na residência, cumprimentará o Comitê organizador e almoçará com 12 jovens. Na parte da tarde , se terá a Via-Sacra e em cada estação se abordará um problema importante na perspectiva dos jovens. O sábado começará com uma grande missa na Catedral do Rio de Janeiro, com os Bispos da Jornada Mundial da Juventude, os sacerdotes, os seminaristas e os religiosos. Após esta missa, o Papa irá imediatamente ao Teatro Municipal do Rio de Janeiro onde haverá o encontro com a classe dirigente do Brasil. Depois disso, o Papa terá um encontro e almoço com os Cardeais e Bispos do Brasil. Na parte da tarde se deslocará para o lugar onde se realizarão a Vigília de oração e a missa conclusiva da Jornada Mundial da Juventude. Trata-se de uma área que foi batizada como “Campus Fidei”, em Guaratiba. Após a Vigília de oração o Papa retornará ao Sumaré, e os jovens ficarão no Campus Fidei. Na manhã seguinte, domingo, o Papa voltará ao Campus Fidei e, às 10h, teremos a missa conclusiva, a grande missa conclusiva da Jornada Mundial da Juventude. No final será anunciado o lugar da próxima edição da JMJ. Padre Lombardi lembrou que o Papa Francisco será o terceiro Pontífice a visitar o Brasil: “João Paulo II esteve quatro vezes, Bento XVI uma vez. Agora, na primeira viagem apostólica internacional de Francisco, o terceiro Papa a visitar o Brasil. O Papa foi convidado pelos Bispos organizadores e promotores da JMJ e o Papa Francisco confirmara imediatamente, poucos dias após a sua eleição, que faria esta viagem. Portanto, permitiu a toda a organização continuar trabalhando sem incertezas.” Por fim, padre  Lombardi deteve-se também sobre a situação no Brasil, por conta das manifestações das últimas semanas. “Naturalmente, sabemos que há esta situação nas últimas semanas, nos últimos tempos, com manifestações. Muitos se perguntam se haverá tais manifestações também por ocasião da visita do Papa. Não se sabe. Temos confiança total, como sempre, também na capacidade por parte das autoridades governamentais de gerir de modo crível e bem estas situações. Portanto, iremos com total serenidade, sabendo que estas manifestações não têm nada de específico em relação ao Papa e à Igreja.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário