Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Ano Nacional Mariano

Ano Nacional Mariano
Ano Nacional Mariano

domingo, 29 de setembro de 2013

Comunidade São Gabriel celebra seu padroeiro

Capela São Gabriel (Jd. Guanabara)
A Comunidade São Gabriel Arcanjo do Jardim Guanabara celebrou de 25 a 27 o Tríduo preparatório para festejar seu padroeiro.Com alegria, a comunidade recebeu os padres: José Donizete,João Luiz e Leandro Megeto e finalizando com o Pároco Padre João Batista. A comunidade também organizou para estes dias sua programação festiva visto que passa por uma importante e necessária construção de seu Centro Catequético, visando melhorar o serviço de evangelização. A obra também visa atender futuros novos moradores do conjunto habitacional no início da Avenida Antonio Pincinato a ser entregue ainda este ano. 
 Conhecendo um poço mais sobre o Padroeiro:  


Imagem de São Gabriel
Pe. José Donizete
Anjo é tido como ente espiritual, 
segundo a religião católica, que habita o céu, enquanto Arcanjo é tido como Anjo de Ordem Superior. A Igreja Católica guiada pelo Espírito Santo herdou do Antigo Testamento a devoção e veneração a Três Arcanjos: Miguel, Gabriel e Rafael.
O Arcanjo Gabriel é citado duas vezes nas profecias de Daniel como Portador da Revelação por parte de Deus e se refulge numa luz toda especial no Evangelho de Lucas, onde seu nome significa "Homem de Deus". É o grande mensageiro do maior evento realizado na História: o nascimento de São João Batista e,
sobretudo a encarnação do verbo no seio da Virgem Maria.
Pe. Lenadro Megeto
Pe. João Luiz Dias
A narração desta segunda aparição em São Lucas (1,26s). Ele cumprimenta Maria com suas palavras: Ave Cheia de Graça o Senhor é Contigo' e em seguida desenrola o diálogo entre o Anjo e Maria. Concluindo suas palavras o Arcanjo disse: “o espírito santo descerá sobre ti e a força do altíssimo te envolverá com sua sombra, por isso o santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus”, ao que Maria respondeu: eis aqui a Serva do Senhor, faça em mim segundo a sua vontade. Naquele momento o Verbo de Deus se Fez carne e habitou entre nós.

Semana do Idoso na Paróquia São José Operário

Na semana de 23 a 27 de setembro foi promovido em nossa Paróquia a Semana do Idoso. O evento contou com diversas atrações como: desfiles, palestras, músicas e muitas outras atrações. Um evento de extrema importância. Sabemos que o
amor não tem idade. Pode florescer e crescer no coração de crianças, de jovens ,de adultos, de idosos. Afinal, somos todos Igreja e o respeito
ao idoso deve ser uma demonstração de maturidade e de respeito em favor de um reconhecimento da
Papa Francisco e os idosos
colaboração que os idosos oferecem e podem oferecer a Igreja de todo mundo. O Papa Francisco em sua visita ao Brasil, por conta da JMJ em vários momentos falou não somente a jovens, mas também sobre os idosos, Logo em seu primeiro contato com os repórteres que o acompanharam na comitiva papal, ainda no avião, o Santo Padre relembrou a importância do respeito aos jovens sem esquecer os idosos e condenou a chamada "cultura de rejeição" que tende a focar apenas nas pessoas que de forma material, são consideradas produtivas e ativas na sociedade e desvalorizar os extremos, sendo estes jovens que ainda não estão no mercado de trabalho de maneira tão ativa, sendo os idosos que já não estão neste contexto econômico e industrial de maneira produtiva.                                                      


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

REVOGAÇÃO DE DECRETO

Dom Vicente Costa
Bispo Diocesano de Jundiaí

REVOGAÇÃO DE DECRETO

 Pelo presente Documento REVOGO o Decreto (Ofício 20; Protocolo 220; Página 36; Livro 13) de 24 de maio do presente ano, que indicava orientações para as celebrações litúrgicas e demais reuniões dos fiéis durante o período de grande difusão do vírus H1N1 da influenza do tipo A.
Quanto ao modo de proceder em relação ao Abraço da Paz e à distribuição da Sagrada Comunhão sejam observadas as normas litúrgicas da Igreja, contidas principalmente no Missal Romano.
Dado e passado sob os sinais de nossa solicitude pastoral e da maternal proteção de Nossa Senhora do Desterro, Padroeira da Diocese, aos 23 de setembro do ano da graça de Nosso Senhor de 2013, quarto do nosso ministério episcopal em Jundiaí.
 Dom Vicente Costa
- Bispo Diocesano de Jundiaí -           
Pe. Milton Rogério Vicente
 - Chanceler do Bispado -

                                    

domingo, 22 de setembro de 2013

Subsídios da Campanha Missionária 2013 são enviados às dioceses de todo o Brasil

Estão prontos os subsídios produzidos para animar a Campanha Missionária de 2013. O material foi enviado às 276 dioceses e prelazias do Brasil para serem distribuídos entre as paróquias e comunidades. Os materiais de animação incluem o livrinho da Novena Missionária com a Mensagem do Papa para o Dia Mundial das Missões, um DVD produzido pela Verbo Filmes, com testemunhos missionários, folhetos com as orações dos fiéis para cada domingo do mês, o cartaz oficial e envelopes para as ofertas.A Campanha Missionária acontece durante o mês de outubro e procura envolver todos os cristãos, com os grupos e as comunidades, nas dioceses e regionais. O objetivo é incentivar os cristãos viverem a solidariedade, a partilha e a ajuda mútua em todas as partes do mundo, seja na oração, no testemunho e na generosidade com a oferta. A coleta do Dia Mundial das Missões (este ano realizada nos dias 19 e 20 de outubro) é um dos objetivos da Campanha

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Igreja Católica não pode ser obcecada com gays, aborto e contracepção diz Papa Francisco

O papa Francisco disse que a Igreja Católica não deveria permitir que as proibições ao casamento gay, aborto e contracepção dominem os ensinamentos, mas tem de ser uma Igreja mais acolhedora, na qual os padres sejam pastores compreensivos, e não burocratas frios e dogmáticos.
Em uma entrevista franca concedida à Civilta Cattolica, publicação mensal dos jesuítas italianos, Francisco não apontou a perspectiva de nenhuma mudança em tais ensinamentos, mas pareceu tentar mudar o tom da Igreja sobre os temas, passando da condenação à compaixão.A Igreja, afirmou o pontífice, deveria ser como um "hospital de campanha depois de uma batalha", tentar curar as maiores feridas da sociedade, e não ficar "obcecada com a transmissão de uma incoerente infinidade de doutrinas a ser insistentemente impostas".O papa também abordou o papel das mulheres na Igreja, dizendo que as "profundas questões delas precisam ser enfocadas".

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Antes de Francisco eu nunca tinha visto um papa assim

Eu nunca vi um papa
pegar o avião carregando uma maleta.
Preso num engarrafamento dentro de um Fiat com uma multidão ao redor,
manter o vidro do carro abaixado para estender a mão e tocar as pessoas.
Entrando no meio da multidão,
deixar a segurança tonta.
Dizer que, ou a gente faz a viagem com comunicação humana como deve ser, ou não faz.
Dizer que comunicação pela metade não faz bem.
Dizer como é bom ser bem acolhido.
Abraçar em vez de dar a mão para beijar.
Tocar o ombro do motorista pedindo para o papamóvel parar,
descer de repente do papamóvel.
Trocar o solidéu por outro que um fiel lhe estendeu de presente.

domingo, 15 de setembro de 2013

COMUNIDADE SANTA CRUZ CELEBRA A EXALTAÇÃO DA CRUZ


Reforçamos aqui a tese de que celebrar o Tríduo preparatório para festa do Padroeiro é sempre um momento forte de conversão e fortalecimento da comunidade, visando sempre a integração das pessoas das diferentes comunidades que integram a Paróquia. 
A expressão “Exaltação da Cruz” deve ser corretamente compreendida para se evitar mal entendidos. Erraria quem a interpretasse como uma apologia do sofrimento, privando-a do contexto em que se deu na vida de Jesus. 
O diálogo com Nicodemos ajuda-nos a encontrar o sentido da cruz, no conjunto do ministério do Mestre. Evocando a serpente de bronze erguida por Moisés no deserto, Jesus afirmava ser necessário que ele também fosse elevado para salvar os que haveriam de crer nele. Como a serpente de bronze era penhor de vida para o povo pecador que a contemplava no alto do mastro, o mesmo aconteceria com o Messias. A força salvadora do Filho erguido na cruz era uma clara manifestação da presença do Pai em sua vida. Afinal, na cruz, o Filho revelava sua mais absoluta fidelidade ao Pai. Por  não se recusar atrilhar o caminho traçado pelo Pai, teve de se

confrontar com a terrível experiência de sofrer a morte dos malfeitores. Assim, tornou-se fonte de salvação.
A exaltação da cruz tem por objetivo glorificar Jesus por seu testemunho de adesão incondicional ao querer do Pai. Só é capaz deste gesto quem acolheu a salvação de que é portadora, e deseja mostrar-se agradecido a Jesus, por tamanha prova de amor. Quem se dispõe a abrir o coração e deixar a cruz dar seus frutos de vida e salvação, irá beneficiar-se do amor infinito que o Pai demonstrou pela humanidade pecadora. Parabéns a Comunidade Santa Cruz.

sábado, 14 de setembro de 2013

3º DOMINGO DO MÊS: CONSCIENTIZAÇÃO DO DÍZIMO

O MÊS DA BÍBLIA E O DÍZIMO
A leitura da Sagrada Escritura é uma maneira especial de nos colocar diante de Deus que nos fala. Ela proclama a importância do Dízimo. O Dízimo é um compromisso muito sério com Deus. Desde Abraão, no antigo testamento, o povo entrega o Dízimo ao Senhor. Era uma gratidão ao Senhor. Era uma gratidão, um reconhecimento pelos benefícios recebidos. Se eu tenho, é porque Deus me deu. Nos Evangelhos, Jesus faz questão de mostrar que a lei do temos tinha que ser aperfeiçoada pela lei do amor. Na nova lei o Dízimo o Dízimo deverá ser entregue por amor. essa é a grande novidade do Novo Testamento.Jesus ensinou que a entrega do Dízimo deverá ser regada pelo amor e respeito ao irmão. Ler a escritura é entrar no mistério de Deus que nos quer conduzir à vida e a à liberdade. O dizimista deve aprofundar na leitura da Bíblia para viver como verdadeiro cristão, continuador de Cristo para o nosso tempo.
SEJA VOCÊ TAMBÉM UM DIZIMISTA!

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Papa aborda questões sobre a fé em carta publicada em jornal italiano

O papa Francisco convocou um diálogo aberto baseado na fé em uma carta sem precedentes publicada nesta quarta-feira no jornal de esquerda La Repubblica, com a qual responde às perguntas levantadas pelo co-fundador do jornal, um ateu declarado. A carta responde de forma longa e detalhada às perguntas que o intelectual de esquerda e editorialista do La Repubblica, Eugenio Scalfari, formulou em julho e agosto ao Papa argentino sobre as relações entre a religião, o homem e a sociedade moderna. Francisco responde a ele nas quatro primeiras páginas do jornal. "A cultura moderna fundada no século das luzes acusa freqüentemente a Igreja e a cultura de inspiração cristã de representar "o obscurantismo da superstição que se opõe à luz da razão". "Chegou a hora (...) de um diálogo aberto e sem preconceitos que pode reabrir a porta a um reencontro sério e frutífero", acrescenta o Papa, que classifica este diálogo de "valioso e merecido". "Sinto-me confortável ouvindo suas perguntas e buscando com você as vias pelas quais pode ser que possamos começar a traçar um caminho juntos", acrescenta Francisco na resposta.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Concurso Diocesano de Fotografia

1º Lugar
Autor:
 Carlos Alberto Galafassi
É com grande prazer que comunicamos o gande vencedor do Concurso Diocesano de Fotografia “UM OLHAR DE FÉ”. Estamos falando de Carlos Alberto Galafassi de nossa Paróquia São José Operário. Carlos pertence a Comunidade Santa Cruz. O Concurso Diocesano de Fotografias “UM OLHAR DE FÉ”, aberto a fiéis cristãos com idade a partir de 14 anos, é promovido pelo Setor de Comunicação da Diocese de Jundiaí e objetiva ilustrar, através de imagens, o Ano da Fé, que está sendo celebrado pela Igreja Católica neste ano de 2013.
Veja a foto ganhadora pela votação do JÚRI OFICIAL DA DIOCESE: 
Título da Foto: “Luzes de fé”
O setor de Comunicação da Paróquia São José Operário se alegra com esta conquista e parabeniza o Carlos pelo belíssimo trabalho e a inspirada mensagem que a imagem transmite. Parabéns!

domingo, 1 de setembro de 2013

Celebrações deste final de semana marcam a abertura do Mês da Biblia






Embora algumas de equipes de Celebração tenham decretado o fim dos "meses temáticos", eles continuam tão enraizados na prática da comunidade católica que setembro sempre será o "Mês da Bíblia". Cabe a tais equipes tornar viva essa tradição da Igreja. Tudo deve ser preparado com antecedência e não fazer tudo em cima da hora. Nas preparações de liturgia já devem ter em mente a programação com as devidas pessoas envolvidas e assim providenciar a prática das ações. É inadmissível, por exemplo, em plena abertura do Mês da Bíblia não termos sequer um cântico relacionado ao tema. Isso revela a falta de preparação que é antes de tudo o inicio da celebração. A missa ou celebração já começa no momento da preparação e por isso requer todo cuidado. A Igreja tem consciência que fixar-se, unilateralmente, neste ou naquele trecho, separando-o do todo, antes de ser iluminação é surdez e cegueira, causas de tantos equívocos e interpretações pretextuosas, de ontem e de hoje, ainda que televisionadas e proferidas por autodenominados bispos, apóstolos e missionários! Ao assumirmos o desafio de irmos em profundidade no nosso sermos pessoa, comunidade eclesial e sociedade, queremos fazê-lo a partir do dom inestimável da Palavra de Deus, viva entre nós. Do ponto de vista institucional, setembro é colocado como o mês da Bíblia em homenagem a São Jerônimo, cuja festa se comemora em 30 de setembro. Todos sabem que São Jerônimo foi um grande apaixonado pelas Sagradas Escrituras e foi o responsável pela sua tradução para o latim, chamada VULGATA.