Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

domingo, 5 de janeiro de 2014

Sínodo sobre as famílias dominará atenção do Vaticano em 2014


Evento dá prosseguimento a abertura iniciada por Francisco no primeiro ano de pontificado


O Papa Francisco ordenou que fosse enviado às dioceses de todo o mundo um questionário inédito sobre as famílias modernas. O objetivo era ajudar a preparação do sínodo de outubro de 2014. As perguntas abordam temas até então tidos como tabu para a Igreja, como o aborto, famílias formadas por homossexuais e divorciados em segunda união.
 Francisco pretende discutir todos esses temas, nos quais outros Papas não tinham tocado até então. Esse debate deve durar o ano inteiro, desde a preparação do sínodo até sua realização em si, durante cerca de dez dias. Francisco tem se mostrado muito preocupado com que as pessoas não se afastem da Igreja por sua orientação sexual ou por terem se casado por segunda vez. O tema dos divorciados em segunda união deve ser bastante abordado no sínodo.Na lista de tarefas para o novo ano, está a reforma da Cúria. Francisco formou uma comissão de oito cardeais em 2013 para auxiliá-lo nessa missão e deve cobrar avanços. O combate aos padres pedófilos também ganhará força em 2014, após a criação de uma comitê de investigação dos crimes de pedofilia no clero no final do ano passado. Já no diálogo com os fiéis, a primeira exortação apostólica escrita por Francisco em novembro deixou claro que uma nova evangelização também é prioritária para o Pontífice. Francisco quer que os cristãos sejam cada vez mais pastorais, e continuará insistindo nisso. O tema do encontro será a família, outro campo que vem ganhando especial atenção no atual pontificado. Com a modernidade e a crise da modernidade, a família se afastou da Igreja. A mulher foi trabalhar, já não está presa ao lar. Surgiram outros modelos de famílias que não seguem o convencional. E os documentos escritos pelos Papas anteriores sempre estiveram muito atrelados ao tradicional. Francisco reafirma esses temas, mas também abre o campo de visão.
(fonte: jornal o GLOBO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário