Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Santo Inácio de Loyola- Memória

Foto: Paróquia Sto. Inácio de Loyola-Bebedouro SP
Neste último dia do mês de julho 31, celebramos a memória deste santo que, em sua bula de canonização, foi reconhecido como tendo “uma alma maior que o mundo”.
Inácio nasceu em Loyola na Espanha, no ano de 1491, e pertenceu a uma nobre e numerosa família religiosa (era o mais novo de doze irmãos), ao ponto de receber com 14 anos a tonsura, mas preferiu a carreira militar e assim como jovem valente entregou-se às ambições e às aventuras das armas e dos amores. Aconteceu que, durante a defesa do castelo de Pamplona, Inácio quebrou uma perna, precisando assim ficar paralisado por um tempo; desse mal Deus tirou o bem da sua conversão, já que depois de ler a vida de Jesus e alguns livros da vida dos santos concluiu: “São Francisco fez isso, pois eu tenho de fazer o mesmo. São Domingos isso, pois eu tenho também de o fazer”.
Realmente ele fez, como os santos o fizeram, e levou muitos a fazerem “tudo para a maior glória de Deus”, pois pendurou sua espada aos pés da imagem de Nossa Senhora de Montserrat, entregou-se à vida eremítica, na qual viveu seus “famosos” Exercícios Espirituais, e logo depois de estudar Filosofia e Teologia lançou os fundamentos da Companhia de Jesus. A instituição de Inácio iniciada em 1534 era algo novo e original, além de providencial para os tempos da Contra-Reforma. Ele mesmo esclarece: “O fim desta Companhia não é somente ocupar-se com a graça divina, da salvação e perfeição da alma própria, mas, com a mesma graça, esforçar-se intensamente por ajudar a salvação e perfeição da alma do próximo”.
Com Deus, Santo Inácio de Loyola conseguiu testemunhar sua paixão convertida, pois sua ambição única tornou-se a aventura do salvar almas e o seu amor a Jesus. Foi para o céu com 65 anos e lá intercede para que nós façamos o mesmo agora “com todo o coração, com toda a alma, com toda a vontade”, repetia.

Santo Inácio de Loyola rogai por nós!

sábado, 19 de julho de 2014

Conscientização do Dízimo - 20/07/2014

Como é do conhecimento de todos, o terceiro domingo de cada mês reservamos um espaço especial em nossas celebrações para rezar pelos dizimistas e levar uma mensagem de agradecimento e conscientização.Divulgamos a seguir, a reflexão deste mês:

Dizimo sem fé não é dizimo, é pagamento.  Para pagar, basta ter dinheiro e a igreja não é comercio, onde se vendem graças e onde os cristãos negociam com Deus.
A igreja quer cristãos comprometidos e atentos às necessidades materiais e espirituais das Comunidades.
Dizimo e fé são inseparáveis. Quem paga o Dizimo age como se Deus pudesse ser comprado.
 Quem devolve o Dizimo com fé,  oferece a Deus uma pequena parcela daquilo que lhe pertence. Por isso, Dizimo e fé caminham  juntos. “Porque a fé sem obras é morta”(tg2,17).Se você ainda não é dizimista, não espere mais, faça já esta experiência.
  

terça-feira, 15 de julho de 2014

Centro Catequético São Gabriel Arcanjo

"MAQUETE FACHADA PRINCIPAL DO '' CENTRO CATEQUÉTICO SÃO GABRIEL ARCANJO '' 
O Centro Catequético São Gabriel chega em sua reta final na fase de acabamento. Visando angariar fundos visando dar continuidade as obras é que foi lançado o carnê que conta com todas as comunidades ajudando em mais esta obra de somatória de esforços. O carne está disponível para quem ainda não retirou nas comunidades e nas secretarias. São 06 parcelas de R$10,00 com pagamento mensal. Ajude-nos nesta obra de melhoria para a Evangelização.

sábado, 12 de julho de 2014

9 semanas de oração pela restauração das família

Percebemos que, atualmente, muitíssimas famílias tem necessitado da benção de Deus e de uma concreta restauração. São muitas as situações que tem afligido as famílias em nosso tempo: vícios, infidelidades, divisões, ressentimentos etc. Diante de tal realidade, a Canção Nova promove 9 Semanas de Oração pela Restauração das Famílias aqui na capital paulista, nas quais serão presididas 9 missas (pelo padre Adriano Zandoná) em intercessão pela cura, libertação e restauração de nossas famílias. Em cada segunda-feira refletiremos sobre uma realidade que envolve a vida de nossas famílias, assim buscando -- a partir da Sagrada Escritura e da Liturgia -- sábias direções para bem enfrentarmos as problemáticas e tensões que atingem nosso lar.

A cada dia da novena, acenderemos uma vela para simbolizar a luz de Cristo nos lares de todos aqueles que participam e buscam a benção do Senhor para as suas famílias.

Participe conosco: todas as segundas, as 19h30, na Canção Nova em SP http://blog.cancaonova.com/saopaulo/ com transmissão ao vivo pela TV Canção Nova http://tv.cancaonova.com/

Tome Nota!

9 Semanas de Oração pela Restauração das Famílias


Programação:
30/06 -- Libertar-se dos apegos e do exercício desequilibrado do amor
07/07 -- A importância da oração em família: promover um ambiente de oração no lar
14/07 -- Colocar Deus no centro da vida familiar, amando-O sobre todas as coisas.
21/07 -- Cultivar uma fé madura em família.
28/07 -- O dialogo em família: a importância do saber escutar
04/08 -- Cultivar a fé na Divina Providência e no cuidado de Deus (vivendo com equilíbrio a vida financeira)
11/08 -- Cuidado e atenção na formação dos filhos: cuidados referentes à TV
18/08 -- Libertar a família dos vícios e do consumismo: família centrada no essencial 25/08 -- Família: lugar da benção da presença de Deus

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Boas vindas ao mês de Julho

Depois das muitas celebrações do mês de Junho, nossas equipes de celebrações terão um tempo de maior tranqüilidade, no mês de julho. Serão quatro celebrações do Tempo Comum marcadas pelo convite ao discipulado e pelas parábolas de Jesus.
 A contemplação do Coração de Jesus, proposto no Evangelho do 14º Domingo é um forte e insistente convite para que os celebrantes entrem no discipulado e se tornem discípulos e discípulas. Convite para que façam de Jesus seu Mestre de vida e façam do Evangelho a luz que ilumina sua estrada existencial. Uma celebração para mostrar aos celebrantes que Jesus se apresenta como Mestre da vida cristã. Um Mestre especial, que propõe um caminho feito de mansidão e de humildade, especialmente para quem vive cansado e afadigado. Jesus é o Mestre semeador, que semeia a boa semente da Palavra em todos os terrenos, dirá o Evangelho do 15º Domingo. Aqueles que acolhem a Palavra que Jesus semeou tornam-se discípulos e discípulas do Senhor e vivem iluminados pelos ensinamentos do Evangelho. Estes encontram o verdadeiro sentido da vida cristã, pois aprendem a importância de serem acolhedores e cultivadores da semente do Evangelho, semeada pelo Mestre Jesus.