Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Ano Nacional Mariano

Ano Nacional Mariano
Ano Nacional Mariano

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

COROA DO ADVENTO: SINAL E MOTIVAÇÕES DE FÉ

COMUNICAÇÃO E O TRABALHO PASTORAL
Estar atentos aos tempos litúrgicos e viver com intensidade tudo isso é uma dádiva. Temos que riscar do nosso vocabulário o termo “o fazer por fazer” sem que isso ressoe em nosso íntimo. O tempo do Advento, o início do Ano Litúrgico deve nos impulsionar, nos animar e contagiar nossa espiritualidade. Portanto, nada de apatia na comunidade. Tudo o que fazemos poderia ser feito de modo diferente. Muitas vezes, tomam-se decisões e fazem-se coisas de maneira improvisada, sem refletir muito sobre o que se faz. Não se reflete bastante, nem antes, nem durante, nem depois. Na verdade, porém, nunca agimos sem planejar, pois não existe ação totalmente impensada. A diferença é que umas vezes pensamos mais e outras vezes pensamos menos. Não existe improvisação total. Mas, mesmo quando pensamos bem e bastante, sempre haverá o imprevisível. Por isso mesmo, é preciso garantir um bom espaço para a reflexão e o planejamento da ação: antes, durante e depois. Quando pensamos mais e bastante, quando preparamos a ação, começamos a fazer coisas diferentes, fazemos melhor o que temos que fazer, fazemos coisas que nem imaginávamos ter condições de fazer. A ação pastoral como processo implica uma conversão contínua ao modo de ser e de agir de Jesus. Não há pastoral sem Espírito Santo, portanto sem espiritualidade, sem vida de oração, sem ter o Espírito dentro de si e sem agir sob o seu dinamismo. A espiritualidade cristã é a alma da pedagogia da ação pastoral.
por Márcio Neves-Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário