Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Acesse nossa página no Facebook

Acesse nossa página no Facebook:





Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
Compromisso de todo Cristão

Ano Nacional Mariano

Ano Nacional Mariano
Ano Nacional Mariano

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Novos Acólitos,Ministros e Ostiárias para nossas comunidades


Hoje em nossa paróquia, nesta festa do Corpo e Sangue de Cristo, tivemos um momento muito significativo.
Uma palavra se faz necessária a todos os constituídos em dignidade para assumirem o ministério da Sagrada Comunhão, junto com as guardiãs do Sagrado as Ostiárias (os) e também novos pequenos acólitos.
Ainda sobre o frescor de Pentecostes celebrado há duas semanas refletimos aqui rapidamente sobre a ação do Espírito Santo na Igreja na pessoa dos ministros e agentes de liturgia.
Sempre ouvimos dizer que o Espírito santo nos é dado em vista de uma “missão” na Igreja e também onde possamos nos encontrar.
Não nos é dado para satisfazer caprichos pessoais.
Tem um sentido pleno de continuação, ou seja, somos continuadores da missão de Cristo e por isso, somos necessitamos deste Espírito Santo e do alimento forte que nos vem através da Eucaristia.
Jesus ao instituir a Eucaristia tem em vista, a continuação de sua missão. Mas o pão que Deus enviou do céu também significou correção, educação, disciplina para o povo de Israel. Assim, nós entendemos que Deus se coloca junto a nós não somente como Pai que provê nossas necessidades, mas como Pai que também nos educa, para compreendermos que “nem só de pão vive o homem” (Dt 8,3), ou seja, nós não vivemos somente daquilo que produzimos, daquilo que nossa força, nossa inteligência e nosso dinheiro podem nos dar; nós vivemos, sobretudo, da obediência à voz de Deus
em nossa consciência. Tomar consciência de que nós não vivemos somente daquilo comemos ou consumimos significa cuidar também da nossa alma, do nosso espírito; significa ainda ouvir a fome e a sede que tantas pessoas à nossa volta têm de justiça, de oportunidade, de respeito e de paz.
Um simples pedaço de pão nos lembra algo muito importante: nenhum ser humano é auto-sustentável; todos nós somos sustentados fisicamente pelo pão/alimento que comemos, o que significa que, sem o sustento que vem do alimento, nós desfalecemos, adoecemos e morremos. Mas o alimento não é apenas um sustento para a sobrevivência; a Sagrada Escritura
também nos fala dele como algo sem o qual nós não conseguimos atingir a meta da nossa vida. Foi assim, por exemplo, com o profeta Elias, quando o anjo do Senhor lhe disse: “Levanta-te e come, pois o caminho que tens a percorrer está acima das tuas forças” (1Rs 19,7).Portanto, animo e coragem a todos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário