Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Rezemos pelo Papa Francisco

Rezemos pelo Papa Francisco

Agosto: Mês das Vocações!

Agosto: Mês das Vocações!

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Evangelização não pode rimar com Enganação.

O que vemos é o Evangelho sendo usado das maneiras mais espúrias possíveis. Não só pelos chamados evangélicos, mas também por católicos. Há abuso da fé, padres, pastores e outros tentam a qualquer custo "ganhar" o fiel. Objetivos: arrecadação de dinheiro, prestígios político e econômico. Para tanto é preciso saturar com shows de cura, prosperidade e libertação de possessão. Dizem alguns: "é isso que o povo quer". Porém devemos perguntar: "o povo sabe o que quer ou o desejo das pessoas também é manipulado?". Até dizem que na Bíblia está escrito o que você pode ou não querer. Claro as normas mudam de acordo com os interesses particulares ou institucionais. Prazer é pecado, pensar é pecado, olhar é pecado, decidir é pecado, ser feliz é proibido... Muda: seu prazer deve ser fazer o que a "igreja" manda, só pode pensar como nós, só pode olhar para a direção determinada por nós, nós decidimos por você... "Como faço para receber a graça?" Resposta: "paga com dízimo, sacrifício, jejum, novena, trezena, terço, com frequência ao nosso templo, com peregrinação, romaria, devoção... "Mas a graça não é de graça?" Resposta: "Paga e fica quieto senão você vai para o Inferno, vai ficar doente, vai ficar pobre, vai perder a família". Leio e releio o Evangelho de Jesus, mas não vejo nada parecido com que manda esses usurpadores da fé e da devoção. "Mas é isso que o povo quer". É... o povo quer funk ostentação e pornografia, filme de pancadaria, notícia de desgraça... E a evangelização como negócio prospera e lava o "money", afinal não paga imposto. Escreve-se códigos e guarda-se a Bíblia, pois ela só serve para tirar e isolar as citações que podem ser usadas no manual de doutrinação ou enganação. Gente, é preciso reler os Evangelhos e não se deixar manipular por "crentes" e "gerentes" espertalhões. Sejam católicos, protestantes, evangélicos, judeus, muçulmanos, espíritas, budistas, ateístas, gnósticos ou de qualquer outra religião. E quem quer ser enganado? Que Deus tenha misericórdia daqueles que vendem, doam ou trocam a sua humanidade e dignidade. Que me sigam os livres, os cativos que querer a liberdade. Os prisioneiros conformados não me interessam.
Padre Abério Christe 

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Família: eu acredito

"A espiritualidade cristã na família: um casamento que dá certo"

Nas palavras do papa, a família 'não é só importante, mas necessária para a sobrevivência da humanidade'.
Todos nós nascemos dentro de uma família. Somos fruto de um encontro amoroso entre um homem e uma mulher, a quem chamamos de pai e mãe. Mesmo as pessoas que nascem da fertilização “in vitro” ou que nasceram de inseminação artificial, tem o seu pai e a sua mãe. Em outros termos, nenhuma criança vem ao mundo sem o DNA de um pai e de uma mãe. O que acontece, sim, é muitos pais abandonarem os filhos depois de os haverem gerado.Diante disso, são felizes as pessoas que, em sua infância e juventude, podem usufruir da presença diária da mãe e do pai. Estas pessoas

tem maiores possibilidades de conviverem num lar onde são conhecidos os limites característicos da figura paterna sem desconsiderar o lado afetivo próprio do lado materno.Para a Igreja, a família é a base da sociedade. Nas palavras do papa Francisco, ela “não é só importante, mas necessária para a sobrevivência da humanidade. Se não existe a família, a sobrevivência cultural da humanidade corre perigo. Nos apeteça ou não, a família é a base” (JMJ, 27/07/2013). Por isso, a Igreja está preparando um Sínodo especial sobre a família, que terá sua primeira parte em outubro de 2014 e será concluído em 2015. Somos convidados a rezar pelo bom êxito deste Sínodo.Para chamar a atenção da sociedade sobre a importância da família e, ao mesmo tempo, ajudar as famílias a se fortalecerem na unidade, a Igreja no Brasil realiza, até o dia 16 de agosto, a Semana Nacional da Família. O tema proposto para reflexão é “a espiritualidade cristã na família”, destacando que este é “um casamento que dá certo”. De acordo com o nosso papa, “é importante que os pais cultivem as práticas comuns de fé na família, que acompanhem o amadurecimento de fé dos filhos”. Assim, além de viverem o amor entre si, os membros da família também aprenderão a viver o amor a Deus. E vivendo o amor a Deus solidificarão também os laços da fraternidade entre si, sabendo que em cada situação difícil poderão contar com a ajuda amorosa de Deus.Convido, pois, as comunidades e famílias a se integrarem nas programações da Semana Nacional da Família. Não tenhamos medo em afirmarmos a nossa fé na família, fazendo “a experiência corajosa e exigente do amor verdadeiro, através da prática da espiritualidade cristã na construção de um mundo justo e fraterno” (Hora da Família, p. 7).

Que o Deus misericordioso, por intercessão da Sagrada Família, abençoe as famílias!


*Dom Canísio Klaus é bispo de Santa Cruz do Sul (RS).(CNBB, 07-08-2014).

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Feliz dia dos Pais???

Dia dos pais sob outro ponto de vista." 

 O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a partir de dados do Censo Escolar de 2011, constatou que 5,5 milhões de crianças brasileiras não têm o nome do pai na certidão de nascimento. Vale lembrar que esses dados representam apenas aqueles que têm pais desconhecidos, mas ignoram a existência dos ausentes e omissos. Se fossemos analisar de forma subjetiva quantas pessoas crescem sem a presença de um pai, esses índices aumentariam significativamente, sem dúvidas.

Pais violentos
Vamos além do amor, das celebrações, das vitrines cheias de promoções e dos anúncios com famílias perfeitas.  A Secretaria de Direitos Humanos (SDH) divulgou que cerca de 70% dos casos de violência contra crianças e adolescentes no Brasil acontece dentro de casa.  Mais do que isso, 53%  dos acusados nas 170 mil denúncias ocorridas em 2013, por exemplo, foram os próprios pais – pais e mães, nesse caso. Não há um senso preciso, mas a Sociedade Internacional de Prevenção ao Abuso e Negligência na Infância (Sipani), estima que, diariamente, 18 mil crianças sejam vítimas de violência doméstica no Brasil.
Esses números abordam diferentes modalidades de violência, passando pela psicológica, verbal, sexual e agressões físicas. Os resultados são diversos, os filhos da violência, no entanto, tendem a se tornar indivíduos também violentos, basta dar uma volta em qualquer presídio brasileiro para confirmar isso. Todos esses índices são muito altos, impossibilitam qualquer exclamação de feliz dos pais, das mães, das crianças ou mesmo um feliz natal.

"Essa data pode trazer a muitos boas lembranças, mas para outros é motivo de dor" por Nany Mata (jornalista)

domingo, 10 de agosto de 2014

Reflexão: No meio da tempestade da Igreja Católica

Por que continuamos a procurar falsas seguranças para “sobreviver”, sem aprender a caminhar com fé?

Não é difícil ver na barca dos discípulos de Jesus, sacudida pelas ondas e sobrecarregada pelo forte vento contrário, a figura da Igreja atual, ameaçada de fora por todo o tipo de forças adversas e tentada de dentro pelo medo e pela pouca fé. Como ler este relato evangélico a partir da crise em que a Igreja parece hoje naufragar?
 Segundo o evangelista, “Jesus aproxima-se da barca caminhando sobre a água”. Os discípulos não são capazes de reconhecê-Lo no meio da tormenta e da escuridão da noite. Parece-lhes um “fantasma”. O medo aterroriza-os. A única realidade é aquela forte tempestade.
 Este é o nosso primeiro problema. Estamos vivendo a crise da Igreja contagiando-nos uns aos outros desalento, medo e falta de fé. Não somos capazes de ver que Jesus está se aproximando de nós precisamente a partir desta forte crise. Sentimo-nos mais sós e indefesos do que nunca.
 Jesus diz-lhes três palavras: “Ânimo. Sou Eu. Não temais”. Só Jesus lhes pode falar assim. Mas os seus ouvidos só ouvem o estrondo das ondas e a força do vento. Este é também o nosso erro. Se não escutamos o convite de Jesus para colocar Nele a nossa confiança incondicional, a quem acudiremos?
 Pedro sente um impulso interior e sustentado da chamada de Jesus, salta da barca e “dirige-se para Jesus andando sobre as águas”. Assim temos de aprender hoje a caminhar para Jesus no meio da crise: apoiando-nos, não no poder, no prestígio e nas seguranças do passado, mas no desejo de encontrar-nos com Jesus no meio da escuridão e das incertezas destes tempos.
 Não é fácil. Também nós podemos vacilar e afundar-nos como Pedro. Mas como Ele, podemos experimentar que Jesus estende a Sua mão e nos salva enquanto nos diz: “Homens de pouca fé, por que duvidais?”.
 Por que duvidamos tanto? Por que não estamos aprendendo nada de novo da crise? Por que continuamos a procurar falsas seguranças para “sobreviver” dentro das nossas comunidades, sem aprender a caminhar com fé renovada até Jesus no interior mesmo da sociedade secularizada dos nossos dias?
 Essa crise não é o fim da fé cristã. É a purificação que necessitamos para nos libertarmos de interesses mundanos, triunfalismos enganadores e deformações que nos vêm afastando de Jesus ao longo dos séculos. Ele está atuando nesta crise. Ele está nos conduzindo para uma Igreja mais evangélica. Reavivemos a nossa confiança em Jesus. Não tenhamos medo.
Fonte:Instituto Humanitas Unisinos, 08-08-2014. Por que continuamos a procurar falsas seguranças para “sobreviver”, sem aprender a c Por que continuamos a procurar falsas seguranças para “sobreviver”, sem aprender a caminhar 

domingo, 3 de agosto de 2014

Encontro Diocesano para as famílias

"Hoje a Igreja é chamada a anunciar o Evangelho e a enfrentar novas emergências pastorais que afetam a família",(Papa Francisco)

Programem-se! Traga sua família e participem. Temos um encontro marcado.  

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Leia o Jornal O VERBO

Com edições quinzenais, você fica por dentro dos acontecimentos da Igreja e de nossa Diocese

ESCALA DE AGOSTO - 2014


ESCALA DE AGOSTO - 2014

DATA
LOCAL
HORÁRIO
MISSA/CELEBRAÇÃO
PRESIDENTE
SEX
1
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
2
MATRIZ
18:30
CELEBRAÇÃO
DIÁC.DIRCEU
SAB
2
SÃO GABRIEL
18:30
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
2
CEMITÉRIO
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
2
MATRIZ
20:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
2
SANTA CRUZ
18:30
CELEBRAÇÃO
GERSON
DOM
3
MATRIZ
09:30
CELEBRAÇÃO
NENE
DOM
3
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
3
STA CRUZ
09:30
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
3
SÃO GABRIEL
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
3
CRISTO REI
08:00
CELEBRAÇÃO
MARCEL
SEG
4
MATRIZ
07:00
CELEBRAÇÃO
NENE
SEG
4
SÃO GABRIEL
20:00
CELEBRAÇÃO/CASA
DIAC. DIRCEU
TER
5
MATRIZ
19:00
CELEBRAÇÃO
DIAC. DIRCEU
TER
5
SÃO GABRIEL
20:00
MISSA/CASA
PADRE JOÃO
QUA
6
SÃO GABRIEL
19:30
MISSA
PADRE JOÃO
QUA
6
MATRIZ
07:00
CELEBRAÇÃO
DIAC. DIRCEU
QUI
7
MATRIZ
19:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
QUI
7
GRAMADÃO
20:00
MISSA
PADRE JOÃO
SEX
8
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
9
CEMITÉRIO
08:00
CELEBRAÇÃO
DIACONO DIRCEU
SAB
9
MATRIZ
18:30
CELEBRAÇÃO
IUCA
SAB
9
MATRIZ
20:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
9
SÃO GABRIEL
18:30
CELEBRAÇÃO
REINALDO
SAB
9
SANTA CRUZ
18:30
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
10
MATRIZ
09:30 - 19:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
10
CRISTO REI
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
9
SÃO GABRIEL
08:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
DOM
10
STA CRUZ
09:30
CELEBRAÇÃO
GERSON
SEG
11
MATRIZ
07:00
CELEBRAÇÃO
NENE
SEG
11
CRISTO REI
20:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
TER
12
MATRIZ
19:30
MISSA
PADRE JOÃO
TER
12
MATRIZ
20:00
CELEBRAÇÃO
DIACONO DIRCEU
QUA
13
SÃO GABRIEL
19:30
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
QUA
13
MATRIZ
07:00
MISSA
PADRE JOÃO
QUI
14
MATRIZ
19:30
ADORAÇÃO/FAMILIA
DIAC.DIRCEU
QUI
14
MATRIZ
20:00
MISSA/CASA
PADRE JOÃO
SEX
15
MATRIZ

FERIADO

SAB
16
SANTA CRUZ
18:30
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
SAB
16
SÃO GABRIEL
18:30
CELEBRAÇÃO
GERSON
SAB
16
MATRIZ
18:30
MISSA/FAMILIA
PADRE JOÃO
SAB
16
CEMITÉRIO
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
17
MATRIZ
09:30
CELEBRAÇÃO
FERNANDO
DOM
17
MATRIZ
10:45
BATIZADO
DIAC.DIRCEU
DOM
17
SÃO GABRIEL
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
17
SANTA CRUZ
09:30
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
17
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
17
CRISTO REI
08:00
CELEBRAÇÃO
REINALDO
SEG
18
MATRIZ
07:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
TER
19
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
QUA
20
SÃO GABRIEL
19:30
MISSA
PADRE JOÃO
QUA
20
MATRIZ
07:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
QUI
21
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
SEX
22
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
23
SÃO GABRIEL
18:30
CELEBRAÇÃO
NENE
SAB
23
SANTA CRUZ
18:30
CELEBRAÇÃO
FENANDO
SAB
23
CEMITÉRIO
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
23
MATRIZ
18:30 - 20:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
24
MATRIZ
09:30 - 19:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
24
CRISTO REI
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
24
SÃO GABRIEL
08:00
CELEBRAÇÃO
GERSON
DOM
24
STA CRUZ
09:30
CELEBRAÇÃO
IUCA
SEG
25
MATRIZ
07:00
CELEBRAÇÃO
NENE
SEG
25
MATRIZ
20:00
CELEBRAÇÃO/CASA
DIAC.DIRCEU
TER
26
MATRIZ
19:00
CELEBRAÇÃO
DIACONO DIRCEU
TER
26
SANTA CRUZ
20:00
MISSA/CASA
PADRE JOÃO
QUA
27
SÃO GABRIEL
19:30
CELEBRAÇÃO
DIACONO DIRCEU
QUA
27
MATRIZ
07:00
MISSA
PADRE JOÃO
QUA
27
SANTA CRUZ
20:00
MISSA/CASA
PADRE JOÃO
QUI
28
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
SEX
29
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
SEX
29
SÃO GABRIEL
20:00
CELEBRAÇÃO/RCC
DIAC.DIRCEU
SEX
29
MATRIZ
20:00
CASAMENTO
PADRE JOÃO
SAB
30
CEMITÉRIO
08:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
SAB
30
MATRIZ
20:00
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
30
SÃO GABRIEL
18:30
MISSA
PADRE JOÃO
SAB
30
MATRIZ
18:30
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
SAB
30
SANTA CRUZ
18:30
CELEBRAÇÃO
MARCEL
DOM
31
CRISTO REI
08:00
CELEBRAÇÃO
DIAC.DIRCEU
DOM
31
SÃO GABRIEL
08:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
31
MATRIZ
19:00
MISSA
PADRE JOÃO
DOM
31
MATRIZ
09:30
CELEBRAÇÃO
GERSON
DOM
31
SANTA CRUZ
09:30
MISSA
PADRE JOÃO