Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Minha foto
Jundiaí, São Paulo, Brazil
Instrumento a serviço da Paróquia São José Operário.(Bairro Retiro-Jundiaí) R.Maestro Paulo Mário de Souza,284-Retiro Cep.13211-160- Fone/Fax:(11)4582-5091-e-mail:psjoperario@ig.com.br-Horário de atendimento da secretária:Seg.a Sexta das 08:00 as 12:00 e das 13:00 as 17:00- No Sábado das 08:00 as 12:00.

Região Pastoral V

Região Pastoral V
Região Pastoral V - ACESSE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK (LINK ABAIXO):

Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
PASTORAL DA COMUNICAÇÃO - SJO

Pastoral da Comunicação-Pascom

Pastoral da Comunicação-Pascom
LEIA NOSSO JORNAL DIOCESANO - https://dj.org.br/o-verbo/ - e-mail:verbo@dj.org.br

Pastoral da Comunicação-Pascom

Pastoral da Comunicação-Pascom
Pastoral da Comunicação-Pascom

domingo, 29 de abril de 2018

Filme 'Paulo, apóstolo de Cristo' tem pré-estréia nacional para bispos

Lucas e Paulo

O filme “Paulo: Apóstolo de Cristo” foi aclamado por bispos de todo o Brasil durante a 56ª Assembleia Geral da CNBB, realizada de 11 a 20 de abril, em Aparecida (SP). A pré-estreia aconteceu no auditório da TV Aparecida. Em seção exclusiva, o episcopado teve a oportunidade de assistir o longa e se emocionar com a história. É o caso do bispo da diocese de Bom Jesus da Lapa (BA), dom João Santos Cardoso, que classificou o filme como “fantástico”.
“Eu considero que o filme fez uma interpretação dos escritos paulinos e também de fatos narrados pelos Atos dos Apóstolos. Ele retrata a prisão, num ambiente sombrio e vários outros momentos sombrios que mostram o contexto difícil numa época em que os cristãos eram trucidados, porém testemunhavam a fé e o amor. Depois, num ambiente de luz do filme, são os momentos de saída, que é Cristo”, afirmou o bispo.
Outros dois bispos concordaram que o longa é destinado tanto para cristãos, como para pessoas de outras religiões, ou até mesmo aos que não têm crença. Dom Eduardo Pinheiro, bispo de Jaboticabal (SP), afirmou que este “é um filme que não só os cristãos, mas todas as pessoas que têm uma noção do que significa entregar a própria vida por um ideal vão se sentir tocadas”.
“A vida de São Paulo toca a vida de cada um de nós. Diante dos sofrimentos dele e dos outros, num mundo em que quer mostrar a vida no imediato, esse filme acaba provocando em nós um pensamento naquilo também que vem depois da vida”, disse. “Se não há um ideal, um sonho, uma esperança na eternidade, o sofrimento e a vida não tem sentido. Acredito que esse filme pode ajudar muita gente”, complementou o bispo.
Dom Giuliano Frigeni, da diocese de Parintins (AM), também destacou que o longa vale para pessoas de várias crenças. “Eu acho que vale para cristãos, padres, bispos, ateus, agnósticos, porque o filme não descarta nenhuma pessoa, todas elas reagem segundo aquilo que acreditam. Seja o imperador, sejam os soldados a serviço do império, como os próprios cristãos que perderam suas casas, mas que conseguem descobrir o valor da vida com o testemunho de Paulo”.
Para o bispo foi genial Paulo ser representado já no fim da vida, mas ao mesmo tempo rever sua história, enquanto comunica suas experiências a Lucas, que por sua vez, não faz um papel apenas de escrivão, mas entra de vez na vida do apóstolo. “Agora quem ler o Evangelho de Lucas e o Atos dos Apóstolos, depois desse filme, lerá com um gosto e um proveito muito maior”, destaca dom Giuliano.
O filme
O longa retrata a história de Paulo, conhecido como um dos perseguidores de cristãos mais cruel de seu tempo. Mas, tudo muda quando ele tem um encontro com o próprio Jesus e, a partir desse momento, o jovem se torna um dos apóstolos mais influentes do cristianismo.

fonte:CNBB


terça-feira, 24 de abril de 2018

Festa de São José Operário 2018 tem presença confirmada da Dupla Sertaneja Mateus e Gabriel

 O Tríduo preparatório para Festa de São José Operário começa neste sábado,dia 28 incluindo também a parte festiva conforme programação já divulgada. A paróquia que neste ano completa 50 anos, preparou uma programação especial e quer contar com a participação de todos, e não dispensa ninguém.
A comissão de festa tem a alegria de comunicar que a dupla Mateus e Gabriel tem presença confirmada e se apresentará durante os festejos de São José Operário neste ano em duas oportunidades: dia 1 de maio na festa do Padroeiro e também no almoço do dia das mães no dia 13 de maio.
A dupla formada pelos irmãos Mateus e Gabriel que com o passar do tempo vem caindo no gosto do público que gosta da boa música sertaneja e também de um repertório musical diversificado. Sempre com grande estilo e qualidade artística os irmãos são filhos do casal Osvaldo e Edilaine que durante muito tempo foram nosso paroquianos morando atualmente na cidade de Itupeva.Venha e traga sua família, amigos e parentes e participem deste grande momento de Louvor ao nosso São José Operário


sábado, 21 de abril de 2018

Neste domingo (22), terá início em nossa paróquia “Grande Missão nas praças”.


Inicialmente os anúncios estavam previstos para começar no dia 08/04,(2º Domingo da Páscoa), mas neste ano respectivamente devido à programação do Jubileu de ouro de nossa paróquia estaremos iniciando a missão neste domingo, (22)
Cada domingo do tempo pascal, as comunidades do Caminho Neocatecumenal em todo o mundo celebrarão cinco encontros nos quais se darão respostas às perguntas como: “quem é Deus para você?”, “que experiências você tem, na sua vida, que Deus existe?”, “para que você vive?”, “o que é a Igreja?”. No primeiro encontro se falará sobre “Quem é Deus para você?” e “que experiências você tem, na sua vida, que Deus existe?”.
Os anúncios pretendem ajudar as pessoas a ter um encontro com Jesus Cristo através da escuta da Boa Notícia: o querigma. Em diversas ocasiões, o Papa Francisco propôs uma “Igreja em saída” para ir “às periferias”.


Na audiência geral de quarta-feira, 28 de março, o Papa Francisco afirmou precisamente que “o caminho rumo à missão, ao anúncio” de que “Cristo ressuscitou!” é “o centro da nossa fé e da nossa esperança, é o núcleo, é o anúncio, é o querigma que evangeliza continuamente a Igreja e que ela, por sua vez, é convidada a evangelizar”.
Neste ano, a praça escolhida é a praça do Jardim Alvorada.O horário de inicio é será as 10:00 horas.
Vem para praça você também!

domingo, 15 de abril de 2018

Willian Arribard é o ganhador do carro da Ação entre amigos


Todos nos sabemos que o sucesso de uma ação só acorre se uma ou mais pessoas de envolvem de corpo e alma e agarram os desafios com firme propósito para que se atinja um bom resultado.
A Paróquia São José Operário através d e nosso pároco Padre Daniel Rosa tem o enorme prazer de agradecer a a presença e participação de todos que diretamente e indiretamente contribuíram para realização e o bom andamento da Ação entre amigo de caráter beneficente realizado neste domingo. Sabemos das dificuldades enfrentadas. É sempre uma oportunidade de aprendizagem quando
evento desse tamanho é abraçado pelos paroquianos.
O evento contemplou, um delicioso almoço, além do Prêmio principal o sorteio de um automóvel Chevrolet Onix 0km.
Certamente o momento de maior expectativa do evento foi o sorteio das chaves que foi realizada de maneira clara, organizada e muito transparente, onde cada participante recebia uma chave e esta por sua vez tinha que coincidir com a abertura da porta do automóvel. Depois de várias tentativas, a sorte recaiu sobre o jovem Willian Arribard que foi o grande “sortudo” da tarde. Estamos certos de que qualquer um poderia ter ganhado cada um com sua necessidade, mas acreditamos que ficou em boas mãos.
Parabéns Willian Arribard! Desejamos que você faço bom uso desta conquista.
(Pastoral da Comunicação-SJO)

sábado, 14 de abril de 2018

Dom Vicente Costa em nossa paróquia e o nosso reconhecimento aos catequistas da Crisma



A paróquia São José Operário recebeu no último sábado (7) a presença de Dom Vicente por ocasião da celebração que conferiu o Sacramento da Crisma ou Confirmação.
Além da presença de nosso Pastor, queremos aqui, elevar a Deus uma prece e  destacar o trabalho de nossos catequistas.
Sempre é muito oportuno ressaltar  o trabalho dos catequistas. Empenho, dedicação é marca registrada nesta missão a eles confiadas.
Além de se esforçar por conhecer adequadamente a mensagem que expõe ele passa a ser um sinal visível das coisas do Evangelho, a partir de sua vida. Todos os que o escutam devem poder  compreender que, de certo modo, seus olhos “viram” e suas mãos “tocaram” o Mistério. Os catequizandos haverão de receber luz e certeza de sua experiência religiosa.
Mais ainda: o catequista haverá de estimular a liberdade e a responsabilidade dos discípulos, fazendo que eles possam verificar na prática as verdades propostas, alimentar a atividade apostólica e o espírito comunitário, introduzir na vida litúrgica. Estes são alguns dos objetivos espirituais muitas vezes lembrados através dos quais o catequista realiza sua obra educativa. Quando o ensino do catequista vai se tornando educação aparece no horizonte a vontade de Deus.  O catequista nunca esquecerá que o desenvolvimento da “nova criatura” rumo à plenitude do estado de Cristo, querida pelo Pai, é obra do Espírito Santo. Haverá de reconhecê-lo com humildade e gratidão. 
Catequistas, nossa gratidão!

Pe. José Paulo fala sobre o Domingo da Divina Misericórdia


Padre José Paulo por ocasião das comemorações do Ano Jubilar da Paróquia São José Operário lembrou em sua homilia do “Domingo da Misericórdia".
 No segundo Domingo da Páscoa, a Igreja celebra a Divina Misericórdia.
Quem o incluiu no calendário da Igreja foi São João Paulo II.
No ano 2000, o Papa João Paulo II canonizou Santa Faustina e, durante a celebração, declarou:
“É importante, então, que acolhamos inteiramente a mensagem que nos vem da palavra de Deus neste segundo Domingo de Páscoa, que de agora em diante na Igreja inteira tomará o nome de ‘Domingo da Divina Misericórdia’” (Homilia, 30 de abril de 2000).
No Plano da salvação, o Pai enviou o Filho para o perdão dos pecados e o Filho enviou a Igreja. Ele quis que o perdão dos pecados fosse dado não de maneira vaga e abstrata, mas de maneira concreta, pelos ministros da Igreja, os sacerdotes do Senhor. Por isso, o sacerdote ao perdoar nossos pecados diz: “Pelo ministério da Igreja… eu te absolvo de todos os teus pecados”. Que consolo! Que alegria, saber que o Sangue precioso do Senhor derramado na Paixão lava a nossa alma de todos os pecados. Não há misericórdia maior; não há amor mais profundo; não há certeza mais firme de perdão.

Pe. José Paulo e Diácono Francisco celebram o 3º encontro dentro da programação do Jubileu


Dando sequencia dentro de nossa programação especial em comemoração ao grande Jubileu dos 50 anos de nossa Paróquia, tivemos no domingo, 08 nosso 3º momento celebrativo, lembrando que a programação deu-se início no dia 08 de dezembro de 2017 com a abertura Solene por ocasião da Festa da Imaculada Conceição.
Tivemos a presença, neste domingo celebrando conosco nosso terceiro pároco Pe. José Paulo. Presente neste dia destaca-se também a presença de nosso primeiro Diácono Francisco Arantes.
Pe. José Paulo tomou posse em nossa paróquia no dia 29 de Julho do ano de 2000, vindo da paróquia Nossa Senhora do Carmo do bairro Jundiaí Mirim, onde iniciou seu ministério sacerdotal em 1992.
Permaneceu conosco por sete anos onde todos os paroquianos puderam comprovar seu grande amor pelo seu ministério. É fácil perceber que ele ama sua vocação, pelo testemunho,  dedicação e zelo pelas coisas de deus e da Igreja que sempre demonstrou. Sua principal virtude é com certeza seu jeito simples e despojado, que cativa a todos.
Dentre as atividades incentivadas por ele, deve-se destacar a realização dos encontros para jovens do Querigma e a formação de várias comunidades de jovens da paróquia. Além também o importante apoio as pastorais e movimentos.
Durante sua permanência em nossa paróquia Padre José Paulo contou com a ajuda do Diácono Francisco Arantes que sempre esteve ao seu lado ajudando na administração da paróquia e no serviço da Evangelização. Importante registrar  também que nesta época tiveram a expressiva ajuda do seminarista Daniel dos Santos Rosa que é atualmente nosso pároco responsável pelas comemorações desse Jubileu ao qual rezamos e pedimos o oração de todos, afinal uma “igreja sem memória é uma igreja sem história”. No dia 02 de
novembro de 2005,Pe. José Paulo e Diácono Francisco inauguraram a Capela Santa Cruz contribuindo e incentivando para o crescimento da comunidade.
A Paróquia São José Operário tem por vocês um enorme carinho e gratidão e talvez seja pouco a definição para expressar tudo que vocês deixaram de bom durante o período que passaram em nossa Paróquia São José Operário e a convivência que ao logo dos anos pudemos ter com vocês, aprendemos muito com seus ensinamentos.
Mais que merecida homenagem pelo trabalho,que Deus sempre os animem a continuar exercendo seu ministério com dedicação e amor ,que é sua própria característica . Obrigado Pe. José Paulo e Diácono Francisco! Contem sempre com nossas orações!

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Normas e Diretrizes Diocesanas para a Preparação e Recepção dos Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã

“Os discípulos perguntaram: ‘Mestre, onde moras?’ Jesus respondeu: ‘Vinde e vede’”! (cf. Jo 1,38-39).

Queridos irmãos diocesanos: A Diocese de Jundiaí, com o intuito de que esse convite de Jesus atinja todos os homens e mulheres do nosso tempo, em breve publicará um novo subsídio muito importante para a ação evangelizadora diocesana: as Normas e Diretrizes Diocesanas para a Preparação e Recepção dos Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã.
Longe de ser uma coletânea de normas e diretrizes que possa parecer como um fardo pesado imposto sobre as costas dos nossos fiéis − particularmente àqueles que não participam, por um motivo ou outro, plenamente da nossa vida eclesial − estas normas e diretrizes têm o único objetivo de salientar a infinita riqueza dos três Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã, bem como possibilitar e aprofundar o itinerário catecumenal no seguimento de Jesus Cristo. Como bem afirma o Documento da CNBB, n. 107, lançado recentemente, após ter sido aprovado na 55ª Assembleia Geral da CNBB (Aparecida – SP, 26 de abril a 5 de maio de 2017), com o título: Iniciação à vida cristã: itinerário para formar discípulos missionários: “A Iniciação à Vida Cristã é graça benevolente e transformadora que nos precede e nos cumula com os dons divinos do Pai, em Cristo, pelo Espírito. (…) (Pois) no Batismo assumimos a condição de filhos do Pai, a Crisma nos unge com unção do espírito e a Eucaristia nos alimenta com o próprio Cristo, o Filho” (n. 91).
Espero confiantemente que estas Normas e Diretrizes Diocesanas para a Preparação e Recepção dos Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã nos ajudem a nos formar e nos fortalecer como autênticos discípulos missionários do Mestre, em estado permanente de conversão e de missão.
São três os pressupostos da frutuosa recepção e vivência autêntica dos Sacramentos do Batismo, da Crisma e da Eucaristia:
Os Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã, como já salientei anteriormente, visam fazer o cristão se envolver íntima e profundamente, “se apaixonar”, “fascinar-se” pela Pessoa de Jesus Cristo. O referido Documento da CNBB descreve este processo como “mergulho no mistério de Cristo” (cf. nn. 83-87). É viver “por Cristo, com Cristo e em Cristo”, o que transforma a existência do cristão por completo, reconhecendo no Filho de Deus Encarnado o sentido pleno e definitivo da vida e da história humana.