Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Tania e Vânia (Sec. Paroquial) - Milena (Sec. Capela São Gabriel)

Tania e Vânia (Sec. Paroquial) - Milena (Sec. Capela São Gabriel)
Tania e Vânia (Sec. Paroquial) - Milena (Sec. Capela São Gabriel)

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

12 de outubro: O jeito da mãe


Neste dia especial, em que comemoramos a festa da padroeira do Brasil e também o dia das crianças, voltemos nosso olhar em direção a Mãe Aparecida.
Sendo mãe, Maria não fica indiferente diante da dor e do sofrimento de seus filhos. Ao contrário, Ela é a mulher da prontidão, apressada no servir (cf. Lc1, 38-45). Apressadamente: não é só a velocidade com que Maria anda, mas a atenção cuidadosa com a qual enfrenta a viagem, o seu entusiasmo em cuidar de alguém que exigia a sua presença. Na pressa de Maria reconhecemos a urgência missionária da Igreja. 
A devoção mariana deve inspirar o agir materno da Igreja. Como nos lembra o Papa Francisco: “É fundamental a proximidade da Igreja. Porque a Igreja é mãe, e nem você nem eu conhecemos uma mãe por correspondência. A mãe… dá carinho, toca, beija, ama. Quando a Igreja, ocupada com mil coisas, se descuida dessa proximidade e só se comunica com documentos, é como uma mãe que se comunica com seu filho por carta”. Neste sentido podemos afirmar que a devoção mariana com sua diversidade de títulos e invocações tem algo em comum que é lembrar à Igreja esse seu modo materno de ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário