Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Minha foto
Jundiaí, São Paulo, Brazil
Instrumento a serviço da Paróquia São José Operário.(Bairro Retiro-Jundiaí) R.Maestro Paulo Mário de Souza,284-Retiro Cep.13211-160- Fone/Fax:(11)4582-5091-e-mail:psjoperario@ig.com.br-Horário de atendimento da secretária:Seg.a Sexta das 08:00 as 12:00 e das 13:00 as 17:00- No Sábado das 08:00 as 12:00.

Região Pastoral V

Região Pastoral V
Região Pastoral V - ACESSE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK (LINK ABAIXO):

Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
PASTORAL DA COMUNICAÇÃO - SJO

Pastoral da Comunicação-Pascom

Pastoral da Comunicação-Pascom
LEIA NOSSO JORNAL DIOCESANO - https://dj.org.br/o-verbo/ - e-mail:verbo@dj.org.br

Pastoral da Comunicação-Pascom

Pastoral da Comunicação-Pascom
Pastoral da Comunicação-Pascom

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Planejamento anual 2019 é entregue na Paróquia São José Operário


Membros das comunidades que compõem a paróquia juntamente com representantes de pastorais e movimentos estiveram presentes na quinta,07 para alinharem as informações e com base no planejamento elaborado. Na oportunidade Padre Daniel agradeceu a elaboração do livreto (imagem) ilustrado idealizado por Emerson Furlaneto membro da comunidade paroquial.
Estão previstas para este ano muitas programações que tem por intenção envolver ao máximo todos os movimentos, pastorais, movimentos e comunidades. Entre as prioridades, a catequese, portanto, deve ser uma prioridade permanente da Igreja. Não podemos pensar a catequese como uma pastoral a mais dentro de nossas comunidades ou pensar que essa tarefa diz respeito a algumas pessoas que desempenham este ministério. Todas as pastorais precisam ser catequéticas e todos nós batizados precisamos ser catequistas. Como nos recorda o Papa Francisco, “cada um dos batizados, independentemente da própria função na Igreja e do grau de instrução da sua fé é um sujeito ativo de evangelização, e seria inapropriado pensar num esquema de
evangelização realizado por agentes qualificados enquanto o resto do povo fiel seria apenas receptor das suas ações” (EG, n. 120). Os grupos de Evangelização também aparecem como um grito que clama por uma Igreja em saída, que vais ao encontro. Membros das Missões Populares estiveram abordando pontos positivos, com a presença do Padre e Diácono visitando as casas. O dízimo foi outro assunto abordado pela Isabel Boni  que ressaltou que o Dízimo é expressão de corresponsabilidade dos fiéis no que diz respeito a manutenção da Igreja, na sustentação de seus ministros ordenados e da missão evangelizadora e social. A pastoral do Dízimo também organiza formas de envolver mais as pessoas a partir da conscientização e conversão.


As equipes de celebrações também entendem que tem muito que fazer para que nossas celebrações sejam cada vez mais dinâmicas e acolhedoras. Todo cristão batizado também recebeu esta ordem: “fazei discípulos entre todos os povos”. Nossa missão é, portanto, sair e fazer que os homens e as mulheres, as crianças e adolescentes, jovens e idosos, os católicos e ateus... se tornem discípulos/as de Jesus.
Por Márcio Neves- Comunicação SJO


Nenhum comentário:

Postar um comentário