Instituição Religiosa-Igreja Católica-Paróquia São José Operário Tel.4582-5091- Retiro Jundiaí

Minha foto
Jundiaí, São Paulo, Brazil
Instrumento a serviço da Paróquia São José Operário.(Bairro Retiro-Jundiaí) R.Maestro Paulo Mário de Souza,284-Retiro Cep.13211-160- Fone/Fax:(11)4582-5091-e-mail:psjoperario@ig.com.br-Horário de atendimento da secretária:Seg.a Sexta das 08:00 as 12:00 e das 13:00 as 17:00- No Sábado das 08:00 as 12:00.

Região Pastoral V

Região Pastoral V
Região Pastoral V - ACESSE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK (LINK ABAIXO):

Compromisso de todo Cristão

Compromisso de todo Cristão
PASTORAL DA COMUNICAÇÃO - SJO

Pastoral da Comunicação-Pascom

Pastoral da Comunicação-Pascom
LEIA NOSSO JORNAL DIOCESANO - https://dj.org.br/o-verbo/ - e-mail:verbo@dj.org.br

Pastoral da Comunicação-Pascom

Pastoral da Comunicação-Pascom
Pastoral da Comunicação-Pascom

sábado, 2 de junho de 2012

Seis anos sem Dom Amaury


A Diocese de Jundiaí recorda neste sábado, 2 de junho, os seis anos de  falecimento de Dom Amaury Castanho, terceiro Bispo Diocesano de Jundiaí. Ele faleceu no dia 1 de junho de 2006, no Hospital Paulo Sacramento em Jundiaí, vítima de falência múltipla de órgãos causada por um câncer em estado generalizado.
Natural de Sousas, município de Campinas, em 19 de setembro de 1927, Dom Amaury foi Bispo Coadjutor de Jundiaí, entre os anos de 1989 a 1996, durante o governo episcopal de Dom Roberto Pinarello de Almeida. Em 2 de outubro do mesmo ano, tomou posse como terceiro Bispo Diocesano de Jundiaí, distinguindo-se por sua criatividade e zelo pastoral.
Ao completar 75 anos, em 19 de setembro de 2002, apresentou Carta de Renúncia ao Papa João Paulo II. Em janeiro de 2004, foi nomeado seu sucessor, Dom Gil Antônio Moreira.
Em setembro de 2005 passou por delicada cirurgia que o privou de parte do intestino e detectou a presença de um tumor maligno. Após meses de tratamento faleceu no dia 2 de junho de 2006, no Hospital Paulo Sacramento em Jundiaí.
O corpo de Dom Amaury foi sepultado na cripta da Catedral Nossa Senhora do Desterro, em Jundiaí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário